• Magnésio e Zinco com Vit. B6 (ZMA) você encontra para comprar na Naturemed. O ZMA é um suplemento mineral que ajudam a compor os nutrientes necessários para o nosso organismo.
    Melcoprol
    Product ID: 254
    Product SKU: 254
    ZMA - Supl. Mineral de Magnésio e Zinco com Vit. B6 - 120 Cáps. - 500mg - Melcoprol
    • -24% OFF
    ZMA - Supl. Mineral de Magnésio e Zinco com Vit. B6 - 120 Cáps. - 500mg - Melcoprol

    Produto indisponível

    Produto indisponível
  • Na Naturemed é onde você encontra para comprar o suplemento de Tribulus Terrestris e ZMA da Apisnutri com menor preço, que é um suplemento que ajuda no aumento da energia. Além disso, ajuda na produção de testosterona, auxiliando no desempenho sexual.
    Apisnutri
    Product ID: 412
    Product SKU: 412
    Tribuszma - 200g - Apisnutri
    • -22% OFF
    Tribuszma - 200g - Apisnutri

    Produto indisponível

    Produto indisponível

ZMA

 

O artigo de hoje será para aquelas pessoas que vivem na academia e não conseguem chegar no seu objetivo. Já parou pra pensar: Por que algumas pessoas conseguem um resultado mais rápido, enquanto que você vive treinando e não consegue o mesmo feito? Pois é, mas para te ajudar nisso, aí vai uma dica maravilhosa: o suplemento ZMA!

 

Mas o que é o ZMA? E para que serve ZMA? Não é de hoje que ouvimos falar que, para alcançar os resultados idealizados, deve se ter um equilíbrio entre alimentação e exercícios, né?! Contudo, algumas vezes isso não é suficiente, até porque o nosso dia a dia é muito corrido e, às vezes, não conseguimos nos alimentar de forma adequada e suficiente para nutrir o nosso corpo.

 

É nessa hora que podemos contar com a ajuda do suplemento ZMA. Ele contém zinco, magnésio e vitamina B6 que são essenciais para os atletas e pessoas comuns que gostam de praticar exercícios físicos. Os benefícios do ZMA podem ajudar a aumentar sua resistência muscular, contribuir para formação de proteínas, entres outras vantagens que falaremos mais adiante.

 

O que é ZMA?

O aspartato de Zinco metionina, mais conhecido como ZMA, é um suplemento disponível composto por zinco, magnésio e vitamina B6, no qual vai ajudar os praticantes de atividades físicas no ganho de massa muscular. Os sais minerais responsáveis pela composição do ZMA são utilizados para diversas finalidades no corpo humano, com intuito de beneficiar a saúde do consumidor.

 

A combinação do suplemento ZMA com o exercício físico é ideal para melhorar o desempenho de força, metabolismo, recuperação e um bom armazenamento de nutrientes, ajudando você a superar todos os seus limites, intensificando seus treinos cada vez mais.

 

O interessante é que a fórmula do suplemento ZMA não é considerada como um composto patenteado, o que gera a possibilidade de outros fabricantes utilizarem essa mesma fórmula, com adicionais excelentes, visando adquirir melhor experiência de uso para seus clientes. Um exemplo é o ZMA-5, no qual possui um composto na quinta ramificação.

 

Assim, a diversidade dos benefícios do ZMA pode ser estendida, de acordo com os compostos adicionados no suplemento, de modo que não cause reações alérgicas ou efeitos colaterais em seu consumidor. Por fim, vale lembrar que juntamente com o BCCA, o ZMA foi criado com finalidade de melhorar o descanso muscular, recuperar o desgaste mais rapidamente e garantir a hipertrofia. Se quer saber mais sobre a principal função do suplemento, continue lendo!

 

Quais os principais nutrientes do ZMA?

A composição do ZMA, como dito anteriormente, pode envolver a presença de outros aditivos inseridos pelas fábricas, que competem vendas entre si, na busca do melhor ZMA para seus consumidores. Mas, basicamente, para ser considerado um ZMA, o suplemento deve conter a principal fórmula que é Magnésio, Zinco e Vitamina B6.

 

Por essas informações, o valor nutricional do suplemento ZMA é considerado um dos mais potentes no mundo dos suplementos. É claro que o ZMA não é milagroso, que apenas com 2 dias de uso, o usuário já terá efeitos aparentes muito notáveis. Mas, com disciplina, alimentação e prática constante de exercícios físicos, os nutrientes podem realizar suas ações efetivamente. Confira a seguir, detalhes sobre os principais nutrientes do ZMA;

 

Zinco: Por definição, o zinco é um elemento químico de número atômico 30 na tabela periódica, com massa atômica por volta de 66 gramas. Na saúde, é utilizado para diversos benefícios do corpo que envolvem as funções celulares, principalmente. A demanda do suplemento ZMA é aumentada justamente só pela presença desse sal mineral, que é o mais abundante no composto.

 

O zinco é um sal mineral super importante para as reações químicas que geram os benefícios do ZMA, ele está presente em cerca de 300 substratos para enzimas, pode interferir em funcionamento dos hormônios (de maneira positiva) e é essencial para a síntese de proteínas no organismo. Colabora para o desenvolvimento e otimização do Sistema Imunológico e a produção de anticorpos.

 

Segundo pesquisas, o zinco atua no Sistema Imune na diferenciação de células responsáveis pela proteção no corpo. O primeiro tipo de linfócito, é aquele que age na identificação de um suposto invasor, como um vírus. Já o segundo tipo, tem atuação no ataque ao invasor e sua eliminação, por um processo de degradação celular.

 

Além disso, o mineral também possui papel na otimização do sistema nervoso central, influenciando na qualidade da memória do consumidor. Isso impede, por exemplo, o mal de Alzheimer, que causa a falha gradual e constante de memória, por atingir a região do cérebro responsável por guardar lembranças e relembrar delas.

 

Magnésio: Por definição, magnésio é o elemento químico de número atômico 12, de massa atômica de 24 unidades. Por natureza, é um metal alcalino terroso, o que significa que pode ser encontrado em sua forma sólida no ambiente. Na saúde, o magnésio é utilizado como sal mineral de participação essencial nas reações químicas do corpo.

 

Sua função mais destacada dentro do suplemento ZMA é sua ação enzimática, ele é componente de diversas enzimas espalhadas pelo corpo. Esse papel é importante para a conversão de qualquer molécula em energia, já que enzimas atuam como catalisadoras de reações, ou seja, são capazes de acelerar o período de transformação entre reagente e produto.

 

Além do mais, enzimas são essenciais para a quebra de ligações químicas que geram calor para o corpo e aumentam a taxa de absorção de nutrientes e compostos ingeridos pela alimentação do usuário. Dessa forma, pode-se afirmar que os benefícios do ZMA relacionados com maior energização do corpo, melhorando o desempenho em treinos, estão totalmente envolvidos com as ações do magnésio.               

               

No corpo humano, para se ter ideia, 50% do magnésio presente está armazenado nos ossos, enquanto outros 40% estão situados nos músculos e 10% restantes espalhados. Assim, percebe-se tamanha utilidade do ZMA por atletas, devido ao teor considerável de magnésio que possui em sua composição. ZMA funciona!

 

Vitamina B6: A vitamina B6, componente do Complexo B, também faz parte da bula do ZMA! Elas costumam ser encontradas em forma de cápsula ou em líquido para suplementação, mas a nossa sorte é que também pode ser obtida juntamente com Zinco e Magnésio. Sua principal utilidade é manter o metabolismo e o sistema endócrino regulados.

 

Também chamada de Piridoxina, a vitamina B6 do ZMA ajuda na ampliação de desempenho energético do organismo, com o aumento de produção dessa energia no organismo. Também apresenta utilidade em casos de depressão, tensão pré-menstrual, distúrbios metabólicos, diabetes, síndrome de Down e problemas que envolvem células sanguíneas.


Para que serve ZMA?

Agora que você sabe que o ZMA é um suplemento que irá lhe auxiliar no alcance de seus objetivos na academia, vamos ver como ele funciona! O principal objetivo do consumo desse produto é fornecer o aumento da produção de hormônios como a androstenediona e o androsten-1,2-diol. Ambos são destinados para a síntese de testosterona, que por sua vez, têm influência no sistema nervoso e no músculo esquelético, causando um efeito anabólico, quando produzida em maior quantidade.

 

Além disso, o suplemento ZMA pode te ajudar com as câimbras, dores musculares e auxiliar no tratamento de insônia ou outros problemas na qualidade do sono. Isso porque, ele acelera a recuperação dos músculos, em virtude do desgaste ocorrido durante treinos que exigem muito dessas áreas. Por isso, o suplemento ZMA é tão importante para o pós-treino, pois ele melhora a qualidade do seu descanso, causando um conforto geral na musculatura do seu corpo.

 

Fora os benefícios que citamos acima, o suplemento ZMA é rico em zinco mineral, no qual como já foi dito, vai ajudar na produção da testosterona e vai inibir a ação de uma enzima, que converte o excesso de testosterona em estrogênio. Além disso, o zinco é um componente importante para os praticantes de exercícios físicos, pois ajuda no sistema imunológico e possui responsabilidades antioxidantes, neutralizando os radicais livres e diminuindo os riscos de infecções.

 

Outro componente importante que contém na composição do ZMA é o magnésio. O que não foi dito ainda, é que o magnésio é essencial para a produção de óxido nítrico (NO), um vasodilatador que tem função de promover a chegada de sangue, oxigênio e nutrientes no músculo, atua na contração muscular e evita a deficiência que pode provocar fadigas e câimbras. Dessa forma, a suplementação com o ZMA pode ajudar o consumidor obter um melhor desempenho durante seus treinos físicos.

 

Quais os outros benefícios do ZMA?

Além de todas as vantagens do uso de ZMA já abordadas, os benefícios que o suplemento pode trazer, não foram completamente abordados. Isso porque a presença de seus componentes em sua composição, garante efeitos positivos por meio do sal mineral propriamente dito! Ademais, já citamos o fato de o suplemento ZMA não ser uma fórmula patenteada, o que permite que fábricas incluam compostos adicionais, gerando uma extensão maior desses benefícios do ZMA.

 

Conforme falado até aqui, percebe-se o grande diferencial do uso de ZMA, por conta de ser uma fonte rica em Zinco e Magnésio. Entretanto, vale lembrar que o ZMA é também composto pela vitamina B6, que atua no metabolismo dos aminoácidos, fundamentais para a formação de proteínas, nas quais ajudam na constituição da estrutura da massa muscular. Porém, o suplemento ZMA tem outros benefícios como;

 

Prevenção da Deficiência Nutricional: Causada pela falta de zinco e magnésio, visto que suas fontes alimentares não são consumidas diariamente ou não são ingeridas em quantidades necessárias para a sua suplementação. No mais, a ausência desses sais minerais da composição do ZMA, pode gerar sérios efeitos e problemas no corpo humano.

 

A deficiência de magnésio, por exemplo, pode acarretar na redução de absorção do cálcio, que é responsável por toda estrutura óssea e dentária. Consequentemente, a falta de cálcio irá acarretar problemas ósseos, como osteoporose e enfraquecimento dos membros inferiores, que precisam de força para a sustentação do peso corporal. Com isso, o suplemento ZMA torna-se importante até para os ossos!

 

Melhora do Sistema Imune: Vai ajudar a manter o sistema forte, reduzindo o estresse oxidativo e a inflamação, afim de evitar doenças como um simples resfriado, no qual pode atrapalhar o seu treino. Os anticorpos são importantes agentes para a proteção do corpo, essencialmente contra invasores, como vírus e bactérias, que são grandes intermediadores ou causadores de enfermidades.

 

No entanto, o que muitos não sabem, é que os linfócitos possuem diferenças em suas ações dentro do sistema imunológico. Lá na parte de nutrientes, explicamos que o zinco do ZMA atua nessa diferenciação, favorecendo a seleção de cada célula protetora. Um dos papéis é a identificação de novos invasores, enquanto o outro, consiste na eliminação desse invasor identificado.

 

Reposição do Zinco perdido durante o exercício: Durante os exercícios, um atleta pode perder de 8% a 9% do mineral através do suor. Porém, com a suplementação de ZMA, repor o zinco perdido durante as atividades feitas será o grande benefício. Essa reposição é de grande importância para a estabilidade da saúde no corpo.

 

A deficiência de zinco pode gerar, por exemplo, problemas na área do sistema imunológico, ferimentos que não obtêm uma cicatrização acelerada, em relação aos períodos comuns. A pele também pode ser afetada, por surgir psoríase. Além disso, o aumento dos níveis de glicose no sangue é ocorrido. Sendo assim, observa-se a importância de consumir o suplemento ZMA, em tratamentos para deficiência nutricional.              

 

Possibilidade de aumentar os níveis de testosterona: No tópico “Para que serve ZMA?”, vimos que o suplemento auxilia na produção de hormônios, que são destinados para a síntese de testosterona no corpo. Esse último, é responsável por facilitar a obtenção do aumento de massa magra na musculatura do corpo.

 

Entretanto, a produção otimizada desse hormônio também traz maior desempenho em relações sexuais, por ser responsabilizado pelas afeições sexuais do organismo e influenciar em aspectos como afetividade e disposição. Por isso, o suplemento ZMA também pode ser considerado um verdadeiro estimulante sexual, só que de forma indireta!

 

Melhora a qualidade do sono: O magnésio do ZMA tem a capacidade de melhorar as fases do sono, ajudando a revigorar o seu corpo depois de um dia de trabalho exaustivo! Aumentando os níveis de GH, conhecido como hormônio do crescimento, que permite maior regeneração dos músculos após os desgastes dos treinos, favorecendo a hipertrofia!

 

Dessa forma, os benefícios do ZMA para avantajar os músculos, de maneira correta, segura e saudável, são de extrema eficiência para o consumidor. Lembrando que o propósito de sua criação foi justamente para isso! Portanto, o suplemento ZMA funciona! Se quiser, consulte um nutricionista para que ele te receite esse produto logo!

 

Regulação da produção de hormônio da Tireoide: O ZMA tem a função de regular o metabolismo de todo o corpo! Quando ocorre sua deficiência, a perda de gorduras se torna muito difícil. O que acontece, é que a deficiência de magnésio pode gerar problemas na tireoide. Isso causa, talvez, um aumento excessivo de peso, ou senão um emagrecimento desfavorável. Tudo depende de seus níveis.

 

Pelo fato de ZMA possuir um grande teor de magnésio, você já sabe que ele pode auxiliar nesse problema sobre ausência de magnésio para suprir as necessidades do corpo, advindas desse sal mineral. Com isso, não só enfermidades causadas pela falta do elemento químico Mg, mas também outras acarretadas por esse motivo, podem ser resolvidas com o suplemento de ZMA!

 

Redução do catabolismo: Tanto o zinco, como o magnésio, são importantes sais minerais usados para reduzir os níveis de cortisol, componente responsável pela quebra de tecido muscular. Na musculatura do corpo, reações anabólicas são necessárias para haver um aglomeramento de células, que serão utilizadas para o crescimento de massa magra.

 

O catabolismo, o próprio nome já diz (do latim) que é o processo de quebra e rompimento de algo. Com isso, quando falamos sobre crescer a quantidade de massa, entendemos a importância de reduzir esse procedimento, elevando as reações anabólicas, que são inteiramente o oposto do catabolismo. Dessa maneira, o suplemento ZMA é ideal para adquirir massa muscular!

 

ZMA engorda ou emagrece?

Primeiramente, não confunda engordar com ganho de massa magra! São duas coisas totalmente diferentes. O suplemento de ZMA é responsável por facilitar o ganho de massa muscular no seu corpo, isto é, o aumento de peso por meio dos músculos, sem comprometer a homeostase do seu corpo. Pelo contrário! Te ajuda a ter uma vida muito mais saudável.

 

Os benefícios do ZMA, quando se trata do ganho de peso, acontecem da seguinte forma: Primeiro, com base na prática de exercícios físicos, você irá começar perdendo peso, que na verdade é a gordura de má qualidade. Posteriormente, ocorrerá a reposição desse peso perdido, de maneira saudável e segura, que é a massa magra! Portanto, ZMA não engorda! E ZMA emagrece, só que de certa forma!

 

Quais as formas de consumo e como usar ZMA?

Mas, depois de todas essas informações, fica a seguinte dúvida: Como tomar ZMA? É importante ressaltar que todo tipo de suplementação deve ser receitado por um médico qualificado ou profissional em nutrição! Afinal, queremos absorver apenas os benefícios do ZMA, e não causar o inverso.

 

Por isso, preparamos um tópico especializado sobre as medidas e cuidados necessários que o consumidor deve obter durante sua consumação. O excesso de dosagens ou quantidades diárias de ZMA podem ser prejudiciais ao corpo, como veremos logo à frente. Sobre onde encontrar ZMA, lojas de produtos naturais ou de suplementos são as principais alternativas, pois lá, o preço do ZMA é bastante acessível. Veja algumas formas de uso;

 

ZMA em cápsulas: deve ser tomado 30 minutos antes de ir para a cama. É indicado que seja consumido com estômago vazio, para melhorar a absorção dos componentes. É aconselhável evitar de tomar o suplemento ZMA com alimentos que contém cálcio, pois prejudicará a absorção do zinco. A dose para os homens é de 3 cápsulas por dia, no qual a maioria das marcas, trabalham com a dosagem de 30mg de zinco, 450mg de magnésio e 10mg de vitamina B6. Já para as mulheres, o indicado é 2 cápsulas.

 

ZMA em pó: O ZMA em pó é uma opção prática e fácil para aqueles que possuem dificuldade com a deglutição da cápsula. O pó pode ser misturado com shakes por exemplos, dando sabor e fácil ingestão para seus consumidores. Entretanto, as dosagens necessárias devem ser estabelecidas por um nutricionista.

 

ZMA em comprimido: O comprimido de ZMA possui, praticamente, as mesmas indicações que as cápsulas, pelo método de ingestão ser parecido. A diferença é que o comprimido é mais leve que a cápsula, podendo haver maior ingestão em um intervalo de 24 horas, em comparação ao método mais pesado.                              


Quais os efeitos colaterais e contra-indicações do ZMA?

Como todo medicamento ou suplemento, se tomado em sua dosagem correta, de acordo com o que foi passado pelo médico ou nutricionista, não irá ocorrer efeitos colaterais do ZMA. Porém, caso seja ingerido de forma inadequada e as dosagens sejam superiores à necessidade corporal, alguns problemas podem ocorrer como distúrbios de sono, diarreia, náuseas e câimbras.

 

Além disso, pode levar à carência de cobre, causar a queda da imunidade e baixar os níveis do colesterol (HDL), se consumidas por um longo período equivocadamente. Haverá também consequências neurológicas, por ter excesso de vitamina B6. Dessa forma, ressaltamos, mais uma vez, a importância de consultar um profissional adequado para ajustar as doses, de acordo com suas necessidades, aproveitando os benefícios do ZMA. Por fim, o suplemento ZMA possui contra-indicações para alérgicos aos componentes inseridos na fórmula, ou aditivos acrescentados pelas fábricas.

Blog Naturemed