• Vitamina B7 você encontra para comprar na Naturemed. Vitamina B7 com menor preço, que ajuda na produção de energia celular, fortalece as unhas e raiz dos cabelos. Além disso, pode auxiliar na saúde do sistema nervoso e melhorar a glicemia.
    Katiguá
    Product ID: 719
    Product SKU: 719
    New In stock />
    Vitamina B7 - 120 cápsulas  - 125mg - Katiguá
    • -33% OFF
    Vitamina B7 - 120 cápsulas  - 125mg - Katiguá

    Vitamina B7 - 120 cápsulas - 125mg - Katiguá

    De:R$38,90
    Por: R$ 25,90

Vitamina B7

 

As vitaminas são moléculas especializadas em manter o funcionamento adequado do organismo. São divididas em várias composições, geralmente representadas por letras, como vitamina A, vitamina C, Vitamina D, enfim. No caso da letra B, provavelmente já observou que além das letras, existem números como, B1, B2 e B3.

Com isso, as pessoas cada mais inserem quantidades de vitaminas nos cardápios diários, com o objetivo de arrecadar os benefícios que elas fornecem, de forma natural e segura. Por meio de alimentos, frutas ou suplementações, muitos procuram pela vitamina B7, também chamada de biotina, que será o assunto deste artigo.

 

O que é Vitamina B7?

A vitamina B7 é um componente do complexo B, também denominada de Biotina ou Vitamina H. Geralmente, as vitaminas são dividas entre duas categorias. Lipossolúveis e Hidrossolúveis. No caso da Vitamina B7, é uma hidrossolúvel, o que significa e que pode se dissolver em meios polares, como a água.

Como pertencente do grupo de vitaminas B, a Biotina está envolvida como a metabolização de macromoléculas, como lipídeos, carboidratos e proteínas. Sendo assim, ela pode agir como uma promovedora de reações de catalise no organismo, facilitando a absorção de nutrientes e adquirindo maior aproveitamento para esse processo.

 

Qual a função da Vitamina B7?

Como uma vitamina, a Biotina tem a função de regular os serviços gerais do corpo que envolvem procedimentos metabólicos. Como pertencente ao complexo B, seus papéis estão relacionados com a quebra de ligações de polissacarídeos, transformando em moléculas menores e mais simples de absorver.

Funciona da seguinte forma: Existem polissacarídeos que são chamados de amido, esses amidos, são a soma de duas glicoses ou mais. A vitamina auxilia na quebra de amido, gerando duas glicoses. Essas duas glicoses são novamente divididas em ácidos graxos menores do que sua estrutura molecular original.

Assim, a superfície de contato das moléculas quebradas é mais visível e vulnerável a absorção, o que permite maior quantidade de nutrientes para o corpo.

 

Para que serve a Vitamina B7?

A vitamina B7 é procurada na maioria das vezes por sua fama de ser benéfica para a pele, sendo utilizada até mesmo em receitas de tratamentos dermatológicos. Como citado anteriormente, a otimização do metabolismo em relação ao rompimento de ligações de polissacarídeos, consequentemente gera um maior desenvolvimento da saúde da pele.

Além disso, outra demanda pela biotina é o fato dela ser boa para os cabelos. Por exemplo, sua falta conduz ao aspecto quebradiço e queda dos fios, porém, sua presença está indiretamente relacionada com a produção de queratina, uma certa proteína que faz parte da composição capilar. Por isso, o consumo de vitamina B7 ajuda fortificar as estruturas do cabelo.

 

Outros benefícios do Vitamina B7?

Continuando sobre os benefícios de consumo da Vitamina B7, ou também vitamina H, como havíamos dito que ela está relacionada com a síntese de queratina no nosso corpo, de forma indireta, a biotina contribui para o fortalecimento de unhas, pelo mesmo motivo dos cabelos: A queratina faz parte da composição das unhas.

Outro detalhe a ser ressaltado é o estudo que se segue a respeito da Vitamina B7 ajudar na profilaxia e tratamento contra diabetes. Pois, como essa vitamina é efetiva principalmente quando se trata de quebra de glicose em micromoléculas, a absorção é avantajada, o que permite reduzir os níveis glicêmicos no sangue.

Porém, ainda não é comprovado cientificamente a relação entre biotina e diabetes. Sendo assim, considere apenas uma dica.

 

Quais as formas disponíveis e como tomar ou usar?

As fontes de Vitamina B7 são resumidas em alimentos com pequenas quantidades de biotina e a aquisição de suplementações. Os alimentos podem ser adquiridos em férias, supermercados, mercearias e afins. Já as cápsulas, somente podem ser obtidas com receitas médicas ou de algum nutricionista autorizado.

O cardápio rico em B7 é composto por amendoim, tomate, alface, cebola, cenoura, couve-flor, amêndoa, nozes e gema de ovo. As dosagens diárias recomendadas são separadas por faixa etária. Bebês por exemplo, deve obter de 5 a 6 mcg, enquanto crianças de 1 a 10 anos, até 12 mcg. Jovens de 11 a 18, devem ingerir até 25 mcg. Por fim, adultos e idosos, ficam em torno de 30 mcg.

Entretanto, estes são apenas dados generalizados, com isso, certifique-se com um profissional da saúde sobre as suas necessidades de Biotina.

 

Tem efeitos colaterais?

Como qualquer nutriente existente, a vitamina B7 não deve ser consumida em excesso. Apesar de a maioria das vitaminas não serem prejudiciais em excesso (mas sim desnecessário, porque o corpo não as absorve acima dos níveis comuns), a biotina consumida de forma irregular pode acarretar resultados inesperados.

Por exemplo, perda de peso (não-saudável), pois na medida em que promove quebra de ligações de macromoléculas, a vitamina B7 pode interferir em moléculas que não devem ser rompidas, o que pode prejudicar a disposição do corpo. Ademais, irritações na pele e problemas estomacais poderão surgir.

A suplementação é contraindicada para gestantes e lactantes, sendo preciso uma consulta médica previamente ao uso das cápsulas.

Blog Naturemed