Nenhum produto encontrado nessa categoria.

Vitamina B5

 

Quando falamos de alimentação, percebemos que com a crescente evolução da culinária, aliada ao desenvolvimento de maquinas e acessórios de última geração para o preparo, é certo afirmar que fastfoods e outras receitas (que não são saudáveis) dominaram o cardápio social. A rotina intensa faz com que as pessoas optem por comidas rápidas e práticas.

Entretanto, devido a esse fato, a obesidade e o mal funcionamento do organismo, principalmente quando se trata de produção de ATP estão sendo casos comuns dentro da população do século XXI. Para reverter essa situação, preparamos um artigo sobre vitamina B5, que juntamente com uma alimentação adequada, pode melhorar esses problemas.

 

O que é Vitamina B5?

A princípio, Vitamina B5 é um composto que possui funções orgânicas como amida, álcool, ácido carboxílico e ramificações dimetil em sua estrutura molecular. Isso permite que ela seja de característica polar, ou seja, pode ser diluída em água, o que a torna classificada como hidrossolúvel, pois átomos de Oxigênio e Hidrogênio favorecem essa reação.

Pode ser denominada como Ácido Pantotênico, Ácido Pantoténico, ou pantotenato, que é um íon advindo do ácido. Por ser uma vitamina, apresenta funções especificas que a caracterizam como a quinta componente do complexo B, daí o nome B5. É considera uma vitamina não-essencial, pois é produzida pelo corpo, sendo necessário ingeri-la em pequenas quantidades.

 

Qual a função da Vitamina B5?

As funções das vitaminas geralmente são bioquímicas, ou seja, atuam mais no aspecto celular. Ciente disso, é possível compreender que a vitamina B5 age especialmente dentro do metabolismo das células, que produzem a energia que precisamos para diversos afazeres do dia a dia, até mesmo para mover um braço. Esse processo é a respiração celular.

Na respiração celular, são realizadas 3 etapas: Glicólise, Ciclo de Krebs e Fosforilação Oxidativa. A glicólise é a etapa anaeróbica fora da mitocôndria, que consiste em quebrar moléculas de glicose e formar ácido pirúvico. Este ácido pirúvico, quando introduzido na matriz mitocondrial, passa por uma redução de carbono e transformado em AcetilCoenzima A.

Nessa redução, a próxima etapa, ciclo de Krebs, já é iniciada. A vitamina B5 atua no estimulo de síntese de Acetilcoenzima A, que graças aos seus hidrogênios roubados por compostos chamados de NAD, são produzidas grandes quantidades de ATP. Ou seja, quanto mais Vitamina B5, mais Acetilcoenzima A, mais energia produzida para o corpo.

 

Para que serve a Vitamina B5?

Como visto acima, a vitamina B5 possui sua principal função em adquirir maiores energias para o organismo. Porém, ela também pode ajudar, por exemplo, na saúde da pele e o cabelo. Pessoas que fizeram recentemente cirurgias plásticas ou outros tipos, ou indivíduos que se feriram por algum motivo, utilizam o ácido pantotênico para cicatrização acelerada.

Enquanto para fins de estética, a vitamina B5 é capaz de auxiliar na elasticidade da pele, remoção de rugas e linhas de expressão. Assim, ela renova o epitélio e retarda sinais de envelhecimento. Já para o cabelo, contribui para sua pigmentação, inibindo o surgimento de fios brancos por muito tempo.

 

Outros benefícios do Vitamina B5?

Além disso, a Vitamina B5 também possui outras vantagens para quem a consome. Como por exemplo, a diminuição de cansaço e fadiga dos músculos para os atletas ou pessoas que praticam exercício físicos. Por auxiliar na respiração celular, ela intensifica o desempenho em treinos que exigem muito esforço.

Outro ponto a ser destacado é que o ácido pentatônico reduz as taxas de colesterol e as mantêm em equilíbrio quando estão estáveis. Isso porque ela promove a catálise de LDL, permanecendo apenas as gorduras HDL. Pode ser útil também para tratamentos de artrite reumatoide, amenizando e controlando seus sintomas.

 

Quais as formas disponíveis e como tomar ou usar?

As formas encontradas de vitamina B5 para consumo e uso estético, geralmente, são em alimentos comuns do dia a dia e inserida em produtos destinados ao embelezamento e saúde da pele e cabelos. Dessa maneira, pode ser encontrada em farmácias e no caso dos alimentos, supermercados, feiras, mercadinhos, enfim.

A ingestão diária não é muito geral, pois como é uma vitamina que é produzida do corpo, essa dosagem irá depender do quanto o seu organismo produz e o quanto você precisa ingerir para estabelecer níveis satisfatórios e regulados de vitamina B5. Por isso, é essencial que consulte um nutricionista ou médico antes de consumir.

 

Tem efeitos colaterais?

Na verdade, como o assunto que tratamos é sobre uma vitamina, o consumo excessivo pode levar sintomas indesejados, os efeitos colaterais. Por exemplo, poderá ocorrer casos de diarreia intensa, náuseas que podem agravar para vômitos e enxaquecas preocupantes. Porém, não só como o excedente, mas também a ausência de B5 é alarmante.

Por isso, não deixe de ir ao nutricionista para certificar-se a respeito sobre as quantidades necessárias para seu corpo, se ele produz os níveis de B5 adequadamente para sua faixa etária. No caso da estética da pele, procure um dermatologista para receitar o uso e produtos seguros de produtos para tratar o tecido epitelial e couro cabeludo.

Blog Naturemed