Vitamina B3

 

A Vitamina B3, assim como as outras, é uma das vitaminas essenciais do grupo B, muito importante para o bom desenvolvimento de todas as funções do nosso organismo. Essa vitamina oferece uma variedade de benefícios necessários, como contribuir para a manutenção de uma pele mais bonita e saudável, trabalhar de forma ativa na liberação de energia de todos os alimentos no qual comemos e atribuir ao sistema nervoso um melhor funcionamento.

 

Fazer uma suplementação adequada de Vitamina B3 também pode contribuir de forma significativa para ajudar o corpo a utilizar todas as suas proteínas e gorduras de forma cada vez mais efetiva. Essa vitamina também pode evitar uma maior sensação de cansaço por todo corpo, dando maior energia. Hoje, a alimentação saudável se tornou algo muito importante para a manutenção da boa saúde na vida de diversas pessoas.

 

Geralmente, as dietas reguladas são um excelente recurso para todos aqueles que querem uma melhor estética do corpo, combinado de saúde e maior desempenho durante os treinos ou reforço de nutrientes no organismo. Com isso, a busca por sais minerais, carboidratos, lipídeos e, principalmente, vitaminas são cada vez mais crescentes desse modo de vida.

 

Dessa forma, a Vitamina B3 é o assunto do artigo de hoje. Nele, traremos a você, informações completas sobre qual o seu conceito, de onde vem, quais suas funções no corpo humano, como consumir, quais alimentos podemos encontrá-la, se há algum efeito colateral durante seu uso e ainda quais são os principais benefícios da Vitamina B3. Veja a seguir.

 

O que é Vitamina B3?

A Vitamina B3, é normalmente conhecida como ácido nicotínico ou como é naturalmente chamada, a niacina. Esse é um tipo de vitamina polar, ou seja, é solúvel em água. Assim, possui em sua composição derivados como NAD e NADH, que são importantes moléculas contribuidoras na respiração celular, produzindo grandes quantidades de ATP na fosforilação oxidativa, dentro da mitocôndria da célula.

 

Por pertencer ao grupo do complexo B, a niacina pode trabalhar ativamente em diversos órgãos, como ter a capacidade de ser absorvida no intestino delgado. Como grande parte desse grupo de substâncias, o excesso da Vitamina B3 não resulta em armazenamentos ou estocagem, isso porque a sua ingestão pode ser eliminada facilmente pelo sistema excretor, através da urina.

 

Portanto, a suplementação de Vitamina B3 deve ser diárias, para que os nutrientes possam ser repostos também diariamente. Como todas as vitaminas B são vitaminas hidrossolúveis, a Vitamina B3 é excretada na urina. Portanto, precisamos proteger a nossa ingestão diária de niacina através de uma dieta equilibrada e saudável e tomar um suplemento.

 

Qual a função da Vitamina B3?

Algumas das principais funções da Vitamina B3, assim como todas as vitaminas do complexo B, ela pode ajudar na quebra das gorduras e das proteínas, o resultado é que nossos alimentos são transformados em energia. Além de ter incontáveis funções de manter a pele saudável, a Vitamina B3 também contribui para que exista uma função psicológica mais normalizada.

 

A niacina também desempenha um papel muito importante na redução do cansaço e da fadiga. Indo mais além, seu principal papel no organismo é realizar uma ampliação da liberação de NAD, NADH, NADP e NADPH para o metabolismo das células, que resulta na respiração celular, sendo responsável por produzir a energia que precisamos no dia a dia para melhor desenvolvimento de atividades de cada órgão, tecido, músculo do nosso corpo.

 

A Vitamina B3 tem ainda um papel muito importante no metabolismo dos hidratos de carbono, proteínas e de gorduras. Sua função também está intimamente ligada à manutenção da síntese das hormonas sexuais, como do estrogénio, progesterona e da testosterona, bem como para a produção de cortisol, tiroxina e insulina.

 

A suplementação de Vitamina B3 também desempenha uma função muito importante tanto no sistema digestivo e no sistema nervoso, quanto nas funções metabólicas e nas funções psicológicas, contribuindo para que um melhor funcionamento e manutenção possam ser atribuídos a todo o corpo.

 

Para que serve a Vitamina B3?

Como pudemos ver até aqui, a Vitamina B3 pode ser bastante útil para incontáveis áreas do organismo, tanto nas funções fisiológicas, quanto na genética. Por exemplo, a suplementação de Vitamina B3 pode regular significativamente os níveis de colesterol, sendo aumentando as taxas de HDL e reduzindo as de LDL (gordura ruim), como também melhorando a saúde das células, protegendo cada uma delas de mutações que podem originar tumores para o surgimento de câncer.

 

Além disso, ele pode dar um maior suporte para quem possui grandes níveis de açúcar no sangue, assim, o controle de diabetes pode ser melhorado à medida em que incentiva a quebra de glicose durante a respiração celular. Já no sistema nervoso, a Vitamina B3 pode prevenir doenças como Alzheimer, que afeta a memória, e manter a estabilidade do sistema nervoso central, principalmente do cérebro. Sua suplementação pode ainda melhorar o desempenho do tecido ósseo, evitando adversidades, como a artrite.

 

A Vitamina B3, como mencionado acima, é amplamente indispensável e importante para que as diversas células realizem, de forma ativa e assertiva, uma série de processos fisiológicos, essa ação pode trazer diversos benefícios para o corpo e até mesmo para sua saúde mental! A ausência de uma suplementação de Vitamina B3 no organismo pode resultar em grandes problemas, por vezes até graves para a saúde, bem como a doença chamada pelagra, que é a deficiência nutricional de Vitamina B3.

 

Outros benefícios do Vitamina B3:

Além de todos os benefícios da vitamina B3 aqui descritos, essa vitamina também é capaz de reduzir consideravelmente problemas relacionados aos olhos, como graus de miopia e hipermetropia, ou degeneração da retina. A saúde bucal é beneficiada pelo fato de prevenir doenças como câncer de boca e a pele é favorecida por hidratá-la e retardar sinais de envelhecimento.

 

A vitamina B3 também reage de modo positivo com a circulação sanguínea, melhorando a vasodilatação e regulando a pressão arterial. A Niacina e a hemoglobina podem formar um composto de cor marcante, que é utilizado como corante para produtos alimentícios do mercado. A seguir, listamos alguns outros dos principais benefícios da Vitamina B3, confira:

 

Metabolismo: A Vitamina B3 está intimamente ligada à 400 reações bioquímicas no corpo, sua ação auxilia primariamente com o metabolismo energético, assim, é possível acontecer uma conversão de todos os alimentos ingeridos em energia, bem como a reparação do DNA, muito importante para nossa saúde, porque é nesta molécula que está toda a nossa informação genética.

 

Sem a quantidade adequada de Vitamina B3, seria impossível que a quebra tanto de carboidratos, quanto proteínas ou gorduras possam ser realizadas. Assim, a Niacina pode ser convertida em Nicotinamide Adenine Dinucleotide (NAD) por todo o corpo, um coenzima que possui uma função importantíssima na contribuição para que o organismo possa funcionar de forma adequada.

 

Saúde cerebral: O mal de Alzheimer é um problema mental que é passado geneticamente, mas que geralmente afeta os idosos. Por não ter uma cura ou tratamento específico, e ainda podendo causar períodos desafiadores e frustrantes, tanto para os pacientes e familiares quanto para os cuidadores pelas condições, obteve-se satisfação na utilização da Niacina para o Alzheimer.

 

Segundo pesquisas, foi identificado que um consumo adequado e balanceado de Vitamina B3 pode, de forma bastante significativa ajudar a proteger contra o desenvolvimento de Alzheimer. As pesquisas foram realizadas porque as projeções de pessoas afetadas pelo mal de Alzheimer tem uma estimativa de triplicar no mundo todo até 2040.

 

Redução do colesterol: Diversos estudos têm demonstrado que a Vitamina B3 pode contribuir para que sejam aumentados os níveis do bom colesterol, e diminuir os níveis de triglicerídeos de uma forma muito efetiva, até mais do que alguns medicamentos que são prescritos para esses fins. A suplementação de Vitamina B3 também pode reduzir de forma moderada o mau colesterol, sendo ela por diversas vezes prescrita em combinação com estatinas para controle de colesterol.

 

Porém, a Vitamina B3 só se torna altamente eficaz para o tratamento de colesterol se for utilizada em doses bastante elevadas. E é preciso estar atento, pois doses excessivas de Vitamina B3, podem resultar em grandes riscos, como problemas nos fígado, problemas gastrointestinais ou até mesmo a intolerância à glicose. Por isso, é muito importa que seja feito, durante todo o tratamento, um acompanhamento médico, para que assim sejam prescritas doses corretas do medicamento ou suspensão, caso necessário, se houver a presença de efeitos colaterais severos.

 

Proteção contra o câncer de pele: Os cânceres de pele de células são doenças que atingem boa parte do mundo durante todos os anos. Uma boa notícia é que eles não apresentam risco maiores à vida se tratado de forma rápida e segura, diferentemente do melanoma, que é o tipo mais grave de câncer. O protetor solar, que é normalmente recomendado para a prevenção dos cânceres de pele podem não ser suficiente na maioria dos casos.

 

Segundo um importante estudo à respeito de cânceres de pele concluiu que o uso regular de protetor solar não protege contra o câncer de pele de forma isolada, sem uma suplementação de suporte que possa inibir e bloquear os raios solares, existe uma maior facilidade de mutações acontecerem. Neste sentido, a suplementação de Vitamina B3, que é riquíssima em antioxidantes é muito importante na prevenção de todos os tipos de câncer, incluindo os de pele.

 

Esquizofrenia: Assim como o mal de Alzheimer, diversos outros distúrbios neurológicos associados com pelagra (deficiência em Vitamina B3) podem estar ligados a condições como a esquizofrenia aguda. O uso combinado de nutrientes, como a Vitamina B3 para corrigir as diversas deficiências associadas com a falta de Vitamina B3 pode ser bastante efetivo para o tratamento dessas condições.

 

Esse método não está inserido na prática ou tratamentos psiquiátricos; porém, os grandes avanços científicos, e os diversos estudos à respeito da saúde mental, vem surgindo cada vez mais as evidências sobre os inúmeros benefícios de suplementação nutricional da VItamina B3 no tratamento de transtornos psiquiátricos.

 

Quais as formas de uso e como tomar?

Se houver falta, e assim, uma maior necessidade de tomar suplementos de Vitamina B3, é necessário antes que você observe a indicação diária da embalagem, bem como a orientação e acompanhamento de um especialista. Não se pode fazer o uso como forma de automedicação, por correr riscos sérios contra a saúde.

 

É importante ressaltar ainda que, qualquer suplemento só pode ser ingerido por gestantes, mulheres lactantes, crianças e adolescentes menores de 14 anos e por pessoas que possuam doenças crônicas com uma recomendação médica. Saiba melhor como tomar a Vitamina B3 em suas variadas formas:

 

Cápsula: São recomendadas uma ingestão diária de duas cápsulas do suplemento de Vitamina B3 ao dia, mantendo sempre um intervalo de doze horas. Para adultos, a recomendação e necessidade diária é cerca de 7mg para cada 1000kcal e 13mg para até 2000kcal. Porém na maioria das vezes, apenas uma unidade já contém a quantidade essencial para o dia, consulte um médico para saber a dosagem necessária.

 

Alimentos: Uma outra forma de fazer a suplementação da Vitamina B3 é através dos alimentos naturais, como amendoim, castanha do Pará, ovos, frutas secas, leveduras, cereais, tomate, cenoura, brócolis, batata doce, abacate, legumes, verduras, leite, arroz e carnes como aves, carnes magras e fígado de boi. A ingestão em excesso desses alimentos não garantem uma maior ingestão de Vitamina B3, consulte sempre um nutricionista para melhor ingestão.

 

Tem efeitos colaterais e contra-indicação?

Não existem relatos ou casos de malefícios, portanto a ocorrência de problemas relacionadas ao consumo natural de Vitamina B3 não são comuns, isso porque se uma vitamina em excesso não é absorvida totalmente, a quantidade que excede a normalidade é eliminada naturalmente pelo sistema excretor, por meio da urina. Porém, a falta de Vitamina B3 pode resultar em situações e condições desfavoráveis para a saúde.

 

Por outro lado, a suplementação em excesso de Vitamina B3 pode causar alguns desconfortos como coceira, formigamento, vermelhidão na pele, dor de cabeça frequente e irritações. Dietas pobres em Vitamina B3 ainda podem acarretar a ocorrência de diarreia, depressão nervosa, dermatite, demência, insônia e níveis de estresse elevados.

 

Por isso, recomendamos que antes da ingestão de suplementação da vitamina B3 ou de qualquer outra, uma consulta com nutricionista ou especialista seja realizado, assim é possível estar ciente sobre sua necessidade de alimentação e suplementação diária e o que precisa ser acrescentado ou retirado. Essas ações visam promover a estabilidade da saúde do corpo, ou em caso de suplementos, adquirir indicações de produtos pelo profissional, que será de acordo com as necessidades de cada organismo.

Blog Naturemed