Ômega 3, 6 e 9

 

Os ômegas 3, 6 e 9 são gorduras consideradas saudáveis e que servem para prevenir diversos tipos de doenças, como infartos, derrames e trombose. Embora seja muito importante que que você limite as gorduras saturadas e trans, as gorduras insaturadas - que são os ômegas 3, 6 e 9 - são bastante saudáveis se usados sempre com moderação. Para a manutenção de uma boa saúde, é necessário que, pelo menos algumas pequenas quantidades dessas gorduras façam parte da sua alimentação diária.

 

Várias pessoas já sabem que os ômegas fazem bem pra saúde, e a maioria delas conhecem muito sobre o ômega 3. Más será que elas sabem a função do ômega 6 e 9? Que por sinal são muito importantes para nosso corpo e saúde. O uso de alimentos fontes desse ácido graxo é de suma importância para o organismo humano e deve sempre estar presente nas refeições diárias.

 

Um fato muito importante sobre os benefícios dos ômegas 3, 6 e 9 é de que essas gorduras são um componente essencial para uma dieta saudável para todos que desejam emagrecer com saúde. E mesmo que você já tenha adotado um estilo de vida vegano ou paleo, ainda sim, as propriedades dessa gordura não interferem em sua dieta, e são, de forma significativa essenciais para a boa manutenção da sua saúde.

 

Por isso neste texto vamos conhecer melhor todos os benefícios dessas gorduras. Vamos falar um pouco a respeito de cada um deles, buscaremos responder todas as dúvidas como: para que serve ômega 3, 6 e 9? quais são os principais benefícios de cada um deles, ômega 3, 6 e 9 emagrece? E ainda como tomar cada um deles. Boa leitura!

 

O que é Ômega 3, 6 e 9?

As gorduras ômega 3, 6 e 9 em suas propriedades e particularidades são muito importantes para contribuir nas diversas melhorias necessárias em todo o corpo, bem como fortalecer o sistema imune, reduzir o colesterol e a triglicerídeos, aumentar consideravelmente a capacidade de aprendizagem e de memória, além de ser um importante nutriente para a manutenção da saúde de cabelos, unhas e pele. A seguir, confira detalhadamente o que são as gorduras ômega 3, 6 e 9:

 

Gorduras Ômega 3

As gorduras ômega-3 são consideradas gorduras essenciais que seu corpo precisa para que um bom desenvolvimento do cérebro aconteça, e as suas propriedades também pode contribuir para reduzir os diversos riscos de doenças do coração. Suas fontes de nutrientes são constituídas de linhaça, nozes, salmão, arenque, atum, cavala, sardinha e outros peixes gordurosos que são benéficas para toda saúde.

 

A ingestão de uma quantidade considerável de gorduras ômega-3 em sua dieta pode contribuir para o aumento de toda sua saciedade, o que ajuda significativamente na perda de peso, contribuindo para um colesterol cada vez mais reduzido. Diversas pesquisas já comprovaram que as gorduras ômega-3 pode ajudar na perda de peso, porque suas propriedades garantem a perda apetite e ainda trabalham aumentando na queima de gordura, aumentando esse processo ainda mais quando existe dieta e exercícios com baixas calorias.

 

Gorduras Ômega 6

As gorduras ômega 6, assim como a de ômega 3 também são essenciais, mas o que geralmente acontece é que diversas pessoas acabam recebendo uma quantidade muito maior de suas gorduras do que realmente precisam em suas dietas. E isso não é algo muito bom, isso porque uma alta proporção de gorduras ômega 6 e ômega 3, podem aumentar consideravelmente tanto as inflamações, quanto o risco de câncer, as diversas doenças relacionadas ao coração.

 

Diferentemente do ômega 3, se você está tentando perder peso, o consumo de ômega 6 pode não se a melhor opção a se concentrar, e a indicação é de que seu uso seja reduzido, um aumento de ingestão de ômega 6 pode causar a retenção de água. As principais fontes de nutrientes do ômega 6 estão presentes em alimentos como o óleo de soja, óleo de cártamo e óleo de milho, e alguns desses óleos a recomendação de ingestão são baixas.

 

Gorduras Ômega 9

As gorduras ômega 9 são consideradas monoinsaturadas, e isso quer dizer que elas são os tipos melhores e mais saudáveis de gordura, por suas propriedades ricas que aumentam de forma significativa as lipoproteínas responsáveis pelo colesterol “bom”, e por outro lado ainda trabalham para diminuir as lipoproteínas do colesterol também chamado “ruim”. Esses tipos de gorduras também podem ser considerados não essenciais, pois seu corpo pode produzi-las internamente de forma independente.

 

Em uma dieta com quantidades moderadas de gordura, até mesmo a monoinsaturadas que são gorduras saudáveis, são necessárias ingestão e consumo balanceados, mas que podem sim, ajudar de forma significativa a perder uma quantidade de peso como uma dieta com baixo teor de gordura, e ainda trabalha diminuindo todos os risco de doenças cardíacas, uma vez que seus nutrientes possui ações benéficas para os níveis de colesterol. A fonte de nutrientes do ômega 9 estão presentes em alimentos como o óleo de azeite, óleo de canola, abacate e as azeitonas.

 

Como atua o Ômega 3, 6 e 9?

As gorduras ômega-3, assim como ácidos graxos essenciais, desempenham um papel muito importante em seu corpo, alguns deles são em sua capacidade anti-inflamatória, que talvez seja uma das linhas de atuações mais conhecidos do ômega-3 onde ele combate ativamente toda a inflamação presente no corpo. Com a inflamação sendo a causa raiz de muitas doenças crônicas, o ômega-3 pode fornecer um nível significativo de suporte ao seu sistema imunológico.

 

Já as gorduras do ômega 6, que possuem propriedades anti-inflamatórias em sua composição, pode atuar com muitos benefícios em doenças como o câncer de mama. O GLA, um ácido que desempenha um papel importante na função imunológica, apresenta efeitos anti-estrogênicos, funções importantes na luta e combate ao câncer. Além disso, o GLA também têm uma poderosa ação sobre doenças cardíacas, onde existe uma redução significativa do colesterol total e do LDL e aumento do colesterol HDL.

 

Por fim, o ômega 9, por possuir propriedades riquíssimas em suas gorduras consideradas saudáveis, algumas pesquisas demonstraram que o aumento da gordura monoinsaturada na dieta bem como a diminuição da gordura saturada, podem, de forma bastante significativa, ter um efeito benéfico na sensibilidade à insulina. Ainda pode ser constatado que as gorduras monoinsaturadas podem oferecer uma opção ainda mais eficaz para reduzir os níveis de colesterol.

 

Quais os principais nutrientes do Ômega 3, 6 e 9?

Existem três componentes nos compostos de ômega 3, 6 e 9. Por não produzir de forma natural, o ômega 3 precisa ser adquirido por meio da ingestão de alimentos, por isso seus nutrientes estão presente em algumas espécies de peixe e óleos vegetais. Com seu alto teor de oxidação, a potencialização desses nutrientes, juntamente com as vitaminas C, E e selênio que são antioxidantes, podem beneficiar todo o organismo.

 

O ômega 6, por também não ser um ácido produzido pelo corpo ele é, assim como o ômega 3 encontrado nos peixes e óleos vegetais e pode ser ainda encontrado em algumas verduras com as folhas de cor escura. Os principais nutrientes do ômega 6 são amêndoas e o óleo de amêndoa, nozes e as sementes de abóbora. Manter um dieta equilibrada de ingestão de ômega 3 e ômega 6 em sua dieta pode trazer tantos outros benefícios à saúde.

 

Já o ômega 9, mesmo sendo o único ácido graxo que produz por si só os seus nutrientes no próprio corpo, para sua atuação mais eficaz e benéfica, é necessário que as gorduras  ômega 3 e 6 já estejam presentes no organismo. Além disso, mesmo que essa gordura seja produzida de forma natural, é possível encontrar esse nutriente por meio do  azeite de oliva, óleo de gergelim ou  de azeitonas.

 

Para que serve o Ômega 3, 6 e 9?

Como já vimos até aqui, as gorduras ômegas 3, 6 e 9 são gorduras do bem, mas que devem ser sempre consumidas de forma equilibradas na dieta para que a sua ação benéfica possua total benefício. Elas ainda podem ser encontradas em diversas formas, como suplementos, na alimentação e em oleaginosas. Entenda para que serve realmente cada uma dessas gorduras tão necessárias para o nosso organismo!              

 

Ômega 3

Já foi comprovado através da ciência que o ômega 3 é enorme em suas diversas propriedades benéficas. Isso porque sua atuação no cérebro pode contribuir significativamente para a manutenção das diversas funções cognitivas necessárias para o bom desenvolvimento cerebral, e ainda da transmissão de impulsos nervosos. E além disso, sua poderosa ação anti-inflamatória, pode auxiliar ativamente no alívio de dores articulares.

 

Ômega 6

O ômega 6 pode oferecer os mais diversos benefícios para a saúde, entre as principais funções em que este ácido graxo trabalha, alguns deles podem ser para o melhor funcionamento do sistema imunológico, formação e melhorias nas regiões oculares, assim como no funcionamento neuronal e na transmissão dos impulsos nervosos. Através de pesquisas, ainda constatou-se que a ingestão de ômega 6 pode ajudar a melhorar síndromes como a de atenção dispersa/hiperatividade.

 

Ômega 9

Os ácidos graxos ômega 9 são considerados excelentes anti-inflamatórios, consequência disso eles podem contribuir no combate e prevenção do câncer, e ainda atuar contra as diversas doenças provenientes do envelhecimento prematuro das células. Ele também é um composto muito importante para a regulação da temperatura do corpo, e sua ação ainda consiste em contribuir para uma melhor  absorção de vitaminas A, D, E e K.

 

Ômega 3, 6 e 9 emagrece?

As pessoas que possuem sobrepeso hoje, muitas carecem de um certo tipo de gordura benéficas para todo o seu organismo. Isso porque, como os hábitos alimentares mudaram de grande forma, o nosso organismo se tornou deficiente em algumas gorduras, como o ômega 3, ômega 6 e ômega 9, gorduras essas que são essenciais para uma boa manutenção da saúde, e até mesmo de uma perda calórica.

 

Diversos estudos já demonstraram que as nossas dietas hoje têm apenas uma pequena quantidade de gorduras ômega 3, diferentemente do que normalmente continham há 50 ou 100 anos atrás. Para piorar a situação,hoje estamos ingerindo cerca de vinte a cem vezes mais gorduras hidrogenadas e ácidos graxos trans.

 

Para exemplificar como funciona a gordura no organismo, quando o corpo possui alguma deficiência em gorduras ou ácidos graxos ômega 3, ômega 6 e ômega 9, ele começar a enviar continuamente uma mensagem ao seu cérebro, dizendo que ele precisa urgentemente de gorduras, é o se corpo falando. Nesse momento, se você que não conhece o melhor tipo de gordura para dar a ele, pode existir uma deficiência do tipo certo de gordura, em que a gordura trans (prejudicial) pode ser consumida e alojada em você.

 

É preciso ter em mente sempre que as gorduras que precisam ser eliminadas da dieta são as gorduras quimicamente alteradas, como aquelas encontradas em margarinas comerciais, gorduras, óleos de cozinha e de salada e alimentos processados. É muito importante também diminuir a quantidade de gorduras animais. Tenha em mente que as gorduras essenciais do ômega 3, ômega 6 e ômega 9 podem contribuir para metabolizar de forma adequada todas as outras gorduras e a impedir a formação de placas nas

artérias.

 

Outros benefícios do Ômega 3, 6 9:

Como visto ao longo do texto, diante de tantas funcionalidades e nutrientes, o consumo de suplementos fontes dos ácidos graxos ômegas 3, 6 e 9 são fundamentais para o bom funcionamento de todo o organismo humano e por isso deve fazer parte do cardápio diário. De forma igualitária, todos as três gorduras colaboram para o aumento do colesterol bom, e na diminuição de triglicérides e do colesterol ruim, prevenindo doenças cardiovasculares. Mas quais são todos os benefícios dos ácidos graxos 3, 6 e 9? A seguir evidenciaremos todos eles.

 

Ômega 3

Assim como já visto, os ácidos graxos do ômega 3 traz diversos benefícios à saúde por agir de forma favorável em todo o sistema circulatório, auxiliando de forma significativa na diminuição de diversos coágulos que originam os infartes e derrames. Se comparado aos ácidos graxos do ômega 3, 6 e 9, o 3 é visto como o mais poderoso, no qual sua ação pode comprovadamente combater problemas crônicos como a diabetes e prevenir alguns tipos de câncer.

 

Ômega 6

O ômega 6 pode garantir benefícios ao organismo, sendo ela a prevenção de doenças como a osteoporose, onde atua resguardando os ossos sempre fortes, isso porque sua ação é igualitária ao cálcio nestes termos. O ômega 6 também pode contribuir para a manutenção e tratamento de uma pele cada vez mais saudável. Ele é indicado ainda para o controle de alguns sintomas da TPM como inchaços e as retenções de líquido.

 

Ômega 9 

A atuação de benefícios do ômega 9 se dá diretamente no controle do colesterol, melhorando as funções imunológicas e na aterosclerose. Além de conseguir agir de forma que proteja na evolução de alguns tipos de câncer. É um forte combatente também de altos níveis de triglicerídeos, e indicado pelos nutricionistas de forma que auxilia no emagrecimento e na perda de gordura abdominal.

 

Quais as formas de uso e como tomar?

Quando se trata de tomar suplementos de ômega 3, 6 e 9 é preciso sempre olhar a sua qualidade, porque certamente a qualidade é essencial para que os reais efeitos possam acontecer no organismo. Isso porque as gorduras do ômega 3 e 6 especificamente, ​​quando expostas ao calor podem se oxidar de forma muito fácil. E tomar um óleo oxidado pode ser muito pior para a sua saúde do que optar por não tomar nada.

 

Sabendo disso, é muito importante verificar antes quando for comprar suplementos de ômega-3, pois eles são sempre prensados ​​a frio e não usam nenhuma extração de calor. Diversos suplementos de ômega 3 e 6 também podem conter algum tipo de antioxidante para mantê-los frescos, opte e procure sempre por antioxidantes como óleo de alecrim ou de vitamina E.

 

O uso dos suplementos contendo ômega 3, 6 e 9, pode ser feito por qualquer pessoa, devendo ser ingerido somente a quantidade correta, atendendo sempre as suas necessidades para o organismo, e ainda é necessário sempre consultar um médico ou nutricionista especializado na área.

 

Quais os efeitos colaterais e contraindicação?

Como toda substância, por mais que ela seja natural, é sempre possível que ela apresenta efeitos colaterais. E também, assim como a ingestão em excesso de diversas outras substâncias, sejam elas naturais ou não, a ingestão inadequada ou em grande quantidade das gorduras ômega 3, 6 e 9 podem sim ser prejudiciais à saúde.

 

Assim como se trata de uma gordura, algumas delas, principalmente o ômega 6 podem apresentar um maior ganho de peso se consumido sem adequação. Mas, felizmente, já foi comprovado por diversas pesquisas e especialistas que o seu consumo dos ácidos graxos ômega 3, 6 e 9 de forma balanceada e acompanhada por nutricionistas podem ser excelentes aliados no processo de emagrecimento. Sendo combinando sempre com a prática de exercícios físicos e uma dieta saudável.

Blog Naturemed