Nenhum produto encontrado nessa categoria.

Malva


Hoje vamos falar mais sobre a Malva. A planta Malva tem conquistado cada vez mais o seu espaço, sendo uma planta originária da Europa Ocidental, no qual tem espalhado pelo mundo graças á rica composição e os benefícios que ela pode fazer no organismo. 


Visto isso, decidimos falar mais sobre ela e os tipos de Malva que encontramos disponíveis hoje no mercado. Logo podemos dizer que, ela é usada para diversos tratamentos como de infecções e até mesmo prisão de ventre. Continue acompanhando para saber tudo sobre a Malva.


O que é Malva?

Antes de começarmos a falar sobre a Malva é importante saber das suas origens. Sendo isso, podemos dizer que ela é nativa da Europa Ocidental e vem se espalhando pelo Mediterrâneo, podendo ser importada para o resto do mundo. Conhecida pelos cientistas como Malva Sylvestris é descendente da família Malvaceae, facilmente encontrada em campos, podendo atingir até 1,5 a 3,5 de comprimento.


As flores da Malva são arroxeadas e avermelhadas, com suas folhas redondas sendo usadas principalmente para medicina natural. Dessa forma, entendemos que as folhas da Malva assim, como suas flores são usadas para fins medicinais devido a sua vasta gama de nutrientes. 


Além disso, as sementes da Malva podem ser consumidas, contribuindo para a saúde do nosso corpo, podendo ser encontrada em lojas de produtos naturais com diversos nomes populares como: Malva-Cheirosa, Malva-Rosa, Malva-Branca, Malva-Verde e Malva-Santa. Todas essas nomenclaturas terão nutrientes semelhantes, sendo usado para diversos tratamentos.


Quais os nutrientes da Malva?

Podemos falar que, o chá de Malva como conhecemos aqui no Brasil, tem propriedades naturais, sendo utilizada pela medicina convencional e pelos povos antigos para diversos tratamentos, mas o grande questionamento é o que a torna tão importante? 


Afinal, a Malva é conhecida mundialmente como uma planta medicinal capaz de trazer grandes benefícios a saúde, isso porque, suas propriedades são ricas em minerais, vitaminas e gorduras boas que vão atuar em diversas funções no organismo, como veremos abaixo mais detalhadamente todos os nutrientes da malva.


Fibras: É importante para manter o funcionamento do intestino, diminui a absorção do colesterol, de gorduras e açucares e podem causar a sensação de saciedade, diminuindo a sensação de fome.


Cálcio: É um composto mineral de fonte de manutenção das células do organismo e responsável pela resistência dos ossos, é um dos nutrientes, mais importante e em maior quantidade no organismo, no qual, vai atuar na formação de ossos e dentes, regula a coagulação e participa das funções neuromusculares.


Zinco: Mineral esse que é extremamente importante para ajudar o corpo a funcionar adequadamente, principalmente o sistema imunológico, servindo até mesmo em alguns tratamentos como: lúpus, artrite, fibromialgia entre outros.


Magnésio: Esse mineral é extremamente importante, pois, ele contém mais de 350 reações fundamentais no nosso corpo, incluindo a síntese de proteína, função muscular e nervosa, além de, ajudar a controlar a glicose no sangue, regular a pressão arterial, e claro não podemos deixar de falar que é um ótimo nutriente para a produção de energia no nosso corpo e para o desenvolvimento da estrutura óssea. 


Selênio: É um mineral importante, pois ele tem ação antioxidante, podendo ajudar na imunidade, na tireoide e em algumas doenças.


Potássio: É fundamental para o funcionamento adequado das células, tecidos e órgãos humano, aliás, ele é crucial para a função cardíaca, desempenha um papel fundamental na contração do músculo esquelético, beneficiando também a digestão normal e funções musculares.


Flavonoides: Os flavonoides são responsáveis de reagir com os radicais livres, tornando-o assim, estáveis e retardando o envelhecimento das células. Além claro, das ações anti-inflamatórias, analgésica, antiviral, anticancerígena e antimicrobiana.


Carotenoides: Vai ter função de manutenção da visão, prevenção de problemas cardíacos, câncer, degeneração muscular, oxidação do colesterol ruim -LDL, prevenção da catarata, além de, ter ação antioxidante, melhora a resposta imune e protege a pele.


Ácidos graxos: Vão exercer função importante, incluindo na produção de energia no corpo, no crescimento das células, na formação das estruturas da membrana, no transporte de gorduras do fígado para os tecidos, regula os hormônios, melhora o funcionamento do cérebro, auxilia a resposta imunológica e diminui os riscos de problemas cardíacos.


Inulina: Basicamente a inulina é um polissacarídeo, no qual, vai contribuir para o sistema digestivo e a absorção de nutrientes, tendo ação probiótica. Além claro, de reduzir o risco da aterosclerose, principalmente quando está associada a resistência a insulina.


Vitamina A: É extremamente importante para o nosso organismo, pois, ela vai atuar diretamente na visão, além claro, de ter um papel fundamental no funcionamento do sistema imunológico, em manter a saúde das mucosas, ajudar no crescimento e desenvolvimento, na defesa antioxidante e na reprodução.


Vitamina B: No geral, podemos dizer que, vão servir para regular a produção de energia no corpo, ajudar a manter o sistema nervoso saudável, ajudar na saúde da pele, cabelos e intestino, além de ser uma ótima aliada para prevenir a anemia e fortalecer o sistema imunológico.


Vitamina C: Essa vitamina é extremamente importante para manter as células do corpo saudável, além de, ajudar na produção de colágeno, ajudar a manter as estruturas dos tecidos e órgãos saudáveis, ajuda na cicatrização das feridas, ajuda a aumentar a quantidade de ferro que será absorvida através da alimentação, diminui os danos causados pelos radicais livres, ajudando a prevenir diversas doenças como: cardíacas, artrite e câncer.


Vitamina E: Podemos dizer que, a vitamina E vai ser conhecida pela sua ação antioxidante, vai ser extremamente importante para retardar o envelhecimento, prevenir algumas doenças como: câncer, doenças do coração, diabetes, mal de Parkinson e a catarata, além disso, ela vai proteger as hemácias contra a hemólise, ajudar na síntese de prostaglandinas.


Depois de toda essa gama de nutrientes, que foi possível identificarmos na planta Malva, você deve estar se perguntando, para que serve a Malva, afinal, não é mesmo?! Pois, bem! Continue acompanhando que vamos falar melhor sobre isso no próximo tópico.


Para que serve a Malva?

Conseguimos perceber que o chá de Malva tem imensos nutrientes capazes de ajudar não somente a melhorar nosso corpo, mas, também para manter o funcionamento do nosso organismo de maneira correta, não é mesmo, mas com tantos esses pontos positivos fica a dúvida Malva para que serve?


Pois, bem! Vimos que, a história da Malva é antiga e vem sendo usada pelos povos antigos como forma de tratamento natural. Além de todos esses nutrientes que falamos acima, encontramos também a mucilagem, no qual, vai produzir ervas emolientes capazes de tratar algumas doenças.


Isso mesmo, a planta Malva vai servir para tratar principalmente inflamações do sistema urinário, respiratório ou digestivo, vai ajudar a aliviar as dores, ação analgésica e cicatrizante. O consumo do chá da Malva vai ajudar o sistema imune contra as infecções, reduzir os sinais de envelhecimento, melhorar o sono, a saúde bucal, problemas de pele, dentre outros que, vamos ver detalhadamente sobre todos os benefícios da Malva.


Outros benefícios da Malva:

Os benefícios do chá da Malva são indiscutíveis, e já percebemos que a ciência tem realizado muitas pesquisas para avaliar todos os seus componentes e efeito no organismo, dessa forma compreendemos, que o seu uso contínuo, pode trazer vários pontos positivos para a nossa saúde e consequentemente nos favorecer em ter uma qualidade de vida melhor.


Além disso, a Malva tem diversas utilidades e tratamento, podendo ser ingerida através do seu chá, como gel, creme, cataplasma, compressa e até mesmo nos alimentos. De qualquer forma seus benefícios serão imensos, como podemos destacar abaixo:


Acelera o processo de cicatrização: Os benefícios da Malva são imensos e dentre eles, podemos vê que ele é um ótimo acelerador natural para a cicatrização, principalmente se for aplicada de forma tópica. Graças á composição, rica em vitaminas e minerais, o efeito da cicatrização se dar, através de um cataplasma das folhas de Malva na ferida, assim, as propriedades da planta aceleram a cura do ferimento.


Alivia a dor: Como falamos a planta Malva tem diversos usos e podemos dizer que esse é um dos principais uso, pois, suas composições analgésicas ajuda a aliviar a dor, reduzindo o desconforto tanto internamente quanto externamente. Assim, algumas pessoas utilizam as folhas de Malva como uma máscara que será aplicada no rosto para aliviar a dor de cabeça.


Estimula o sistema imunológico: Além disso, o uso da Malva pode trazer benefícios ao sistema imunológico, isso porque, ela evita as infecções e a ação dos agentes nocivos em nosso corpo.


Ação anti-inflamatória: Vimos que os nutrientes da Malva são grandes e seus benefícios consequentemente não seriam diferentes. Visto isso, a Malva ainda é utilizada como ação anti-inflamatória, pois, é eficaz para reduzir inchaços, inflamações, hematomas, queimaduras, erupções na pele, articulações e diminuição das dores. Não importa como vai usar a Malva seja por cataplasma, óleo essencial ou o gel todos esses tipos vão trazer grandes benefícios para o corpo.


Trata a prisão de ventre: Sabemos que muitas pessoas sofrem de constipação, sofrendo com sintomas desconfortáveis e indesejados, assim, o chá da Malva é utilizado como uma forma de tratar e aliviar a constipação, sendo uma bebida laxante naturalmente, além de, ajudar a regular o sistema digestivo e tensão no funcionamento do órgão.


Distúrbio do sono: Sabemos que hoje a insônia e os problemas de sono têm afetado cada vez mais as pessoas, dessa forma, o chá da Malva ou até mesmo o seu óleo, pode ajudar a relaxar o corpo e a melhorar as noites de sono.


Trata infecções do trato urinário: O chá da Malva ainda é utilizada para tratamentos urinário, visto que, seu chá consegue ter efeito diurético, ou seja, ajuda o corpo a eliminar mais urina durante o dia, prevenindo e eliminando a retenção de liquido, além de ajudar a expelir as toxinas no corpo.


Efeito antienvelhecimento: A Malva ainda pode trazer grandes benefícios para quem deseja retardar os sinais de envelhecimento, isso porque sua composição é rica vitamina E, no qual, vai ser eficaz para combater as rugas e manter a pele rejuvenescida.


Ajuda no crescimento do cabelo: O óleo de Malva pode ajudar a contribuir como crescimento do cabelo, isso porque, ele vai estimular o fluxo sanguíneo naquela região permitindo que o cabelo cresça de forma mais rápida e que previna a queda de cabelo.


Trata os problemas de pele: A Malva ainda pode ajudar com problemas de pele tipo espinhas, eczema, pigmentação da pele entre outros, isso porque, suas propriedades vão ajudar a rejuvenescer as células danificadas.


Combate problemas bucais: O chá da Malva ainda é capaz de tratar problemas bucais como aftas, problemas na gengiva e garganta, isso porque, ela tem ação bactericida e desinfetante, para isso basta gargarejar duas ou três vezes ao dia.


Trata doenças respiratórias: O uso da Malva ainda é benéfico para tratamentos como congestão no peito ou problema respiratório, pois, sua ação anti-inflamatória vai atuar como um expectorante, limpando as vias respiratórias e acalmando as glândulas e garganta.


Quais as formas de uso e como tomar?

Vimos que os benefícios da Malva são imensos, conseguimos utiliza-la para diversos tratamentos graças a sua vasta gama de nutrientes presente na sua composição. Contudo, agora você deve estar se perguntando quais as formas de uso e como tomar a Malva, não é mesmo?!


A Malva é facilmente encontrada em qualquer loja de produto natural ou até mesmo farmácia, pois, vimos que hoje no mercado já existe géis, cremes e até mesmo seu óleo para tratamentos de feridas, contudo, a forma mais comum é o chá, a cataplasma ou até mesmo sendo consumida. Abaixo vamos destacar melhor sobre como usar essas formas:


Chá da Malva: Para quem não dispensa de um bom chá, o chá da Malva é uma ótima opção. Basta colocar uma xicara de chá fervente para 1 ou 2 colheres das folhas de Malva, depois basta deixar descansando por 15 minutos até atingir a cor marrom-dourada, coe e beba três xicaras por dia do chá.


Cataplasma: Essa é uma ótima opção para o tratamento de feridas, para isso vai precisar separar as flores de Malva e suas folhas suficiente para cobrir a área que deseja aplica, depois basta corta-las e esmagar em um pilão até formarem uma polpa, depois disso basta espalhar o cataplasma na região e enrolar com faixa ou gaze.

 

Tem efeitos colaterais e contraindicação?

Depois de tudo isso que foi falado, de todos os benefícios da Malva e suas propriedades rica em minerais e vitaminas, você deve estar se perguntando se tem algum efeito colateral ou contraindicação de uso dessa planta, não é mesmo?!


Afinal, é importante saber todos os efeitos que ela pode causar para evitar algum desconforto, visto isso, podemos falar que, a planta Malva deve ser indicada e conversada por um profissional de saúde, pois, podem fazer algumas interações de medicamentos principalmente para problemas respiratórias ou digestivos. 


Além disso, mulheres em amamentação ou grávidas devem ser orientadas por um profissional para evitar qualquer desconforto ou até mesmo intoxicação. Tomando todos os cuidados o uso da Malva pode trazer grandes benefícios ao corpo como vimos acima.

 

Blog Naturemed