Nenhum produto encontrado nessa categoria.

Kawa Kawa

 

Kawa Kawa é uma planta muito utilizada para tratamentos fitoterápicos atualmente! Graças á capacidade de aproveitar benefícios diretamente das fontes naturais, o membro do Reino Plantae se tornou uma das maiores ferramentas para o combate contra a ansiedade. Dessa maneira, muitos se perguntam: quais os outros benefícios que ela pode oferecer?


É sobre esse assunto que falaremos no texto abaixo! Aqui, comentaremos as principais características do kawa kawa e suas funções no corpo humano. Abordaremos sobre sua origem, sua composição química e seus nutrientes, suas responsabilidades, os variados benefícios, como usar e cuidados específicos com o consumo!
Quer saber mais sobre como essa planta terapêutica pode te ajudar? Fique ligado e entenda tudo sobre Kawa Kawa, a seguir!

 

O que é Kawa Kawa?

Kawa Kawa é uma planta de origem pacífica, nas ilhas situadas em tal oceano, super usada como medicamento desde a civilização antiga! O termo vem da palavra “kava” ou “cava”, que significa amargo em línguas do continente Oceania. É uma raiz que pode gerar uma excelente bebida, comumente usada em rituais do sul da Melanésia e Polinésia.


De nome científico Piper Methyscium, pertence ao Reino Plantae, situada na família Piperaceae. É um arbusto que pode se desenvolver em altitudes longas, com cerca de 300 metros acima do mar. Seu crescimento é exclusivo em solo pedregoso e pode chegar a ter quase 3 metros de altura.


Porém, fatores climáticos e incidência solar podem ser decisivos para chegar até em 6 metros de altura! Além disso, é considerada a existência de dois tipos de kawa kawa na região do oceano pacífico; kava nobre, que é denominada de “verdadeira” e kava “tu dei”, que é um tipo selvagem da planta.


A raiz pode penetrar o solo em até 60 centímetros de profundidade e o diâmetro chega a ter cerca de 5 a 8 centímetros de comprimento. A raiz tem a característica de uma massa nodular, o que pode melhorar no sabor ao longo do tempo. Com isso, fica fácil entender de como a planta tem tradição, história e origem. Já imaginou os nutrientes? Veja abaixo!


Quais os nutrientes do Kawa Kawa?

A composição química do kawa kawa é um dos grandes destaques para o desenvolvimento da saúde mental do consumidor. Graças aos compostos específicos que possui em sua estrutura, é fato que ela se destaca em tratamentos como ansiedade e depressão, por agir diretamente no sistema nervoso central. Mas isso será abordado mais à frente.


Aqui, falaremos um pouco mais sobre os principais componentes nos produtos que contêm essência de kawa kawa ou alguma outra forma de extração da planta. Nesse caso, precisamos ser um pouco mais cautelosos para distribuir as informações. Por isso, resolvemos listar os nutrientes e falar um pouco de cada! Confira;


Fibras Alimentares: as fibras alimentares, já são conhecidas por quem tem o costume de consumir os produtos de fonte totalmente natural, especialmente aquelas pessoas que desejam emagrecer ou fazer uma dieta de equilíbrio no peso corporal. Elas funcionam como ferramentas para produzir maior sensação de saciedade no corpo humano.


Quando ingeridas, elas sintetizam um tipo de gel nas paredes estomacais do consumidor. Com esse gel, as paredes absorvem os nutrientes necessários para a satisfação alimentar. Isso faz com que o usuário não coma alimentos em excesso, sem necessidade. Por isso, um componente destacável no kawa kawa são as fibras.


Kavalactonas: As kavalactonas são os nutrientes específicos citados acima, que possuem forte influência no sistema nervoso central do consumidor. Ele é capaz de induzir a um equilíbrio hormonal dessa região do organismo, de modo que o usuário não se sinta ansioso ou tenso. Pelo contrário. Ocorrerá maior sensação de alívio e menos estresse. 


Isso faz com que a planta também seja útil na prevenção de depressão, já que a ansiedade é um passo inicial para o surgimento prolongado da doença mental. Sendo assim, podemos dizer que o Kawa Kawa é mundialmente conhecido por suas ações ansiolíticas no corpo humano, sendo altamente recomendada por profissionais da saúde!


Para que serve o Kawa Kawa?

O kawa kawa pode ser usado para diversas finalidades que envolvam tratamentos fitoterápicos, que aproveitem das suas propriedades. Dessa maneira, substâncias importantes como kavalactonas são altamente recomendadas por profissionais da saúde mental, como psicólogos e psiquiatras, com intuito de promover maior relaxamento e desestresse dos pacientes. Outro detalhe é que elas colaboram para regulação do hormônio neurotransmissor GABA no cérebro, atuando como um verdadeiro medicamento ansiolítico.


Ainda não se sabe exatamente, qual o tipo de ação exata a planta possui no corpo humano. Entretanto, muitos estudos indicam que ela possa estar ligada às benzodiazepinas, que são um grupo de fármacos especializados em procedimentos contra ansiedade. Desse modo, quem utiliza o kawa kawa apresenta maior calma.


A planta é capaz de se conectar com os receptores cerebrais, localizados no SNC (sistema nervoso central), do neurotransmissor GABA, importante agente nesse processo calmante. O GABA é responsável por bloquear as preocupações do SNC, porém, quando uma pessoa possui ansiedade, ele não dá conta de impedir que tudo fique para trás.


A preocupação em excesso, gera inúmeras mensagens nervosas, causando a saturação do SNC. Com isso, é como se o GABA fosse “saturado”, por não ser totalmente acostumado com essas quantidades. Por isso, o kawa kawa é importante, pois atua no aumento da capacitação do GABA em conter esse excesso de preocupação, causado pela ansiedade.


Outros estudos dizem que a planta também pode ser usada em caso de convulsão, já que seus pigmentos específicos (as kavalactonas) protegem o neurônio de distúrbios elétricos, nos canais de sódio. As kavaínas, subcategoria das kavalactonas, agem diretamente nesse benefício, assegurando a estabilidade da saúde mental do consumidor. 

 

Outros benefícios do Kawa Kawa:

Acima, vimos que a planta kawa kawa pode ser bastante útil em tratamentos que precisam de medicamentos naturais para colaborar na saúde mental dos consumidores, sendo altamente recomendada por profissionais responsáveis por esse tipo de problema. Porém, ainda existem outros benefícios para serem citados.


O  kawa kawa, com suas kavalactonas, consegue obter maior aproveitamento em outros aspectos do corpo humano, já que promove uma alteração hormonal significativa para o organismo, especialmente para o cérebro. Por isso, veja abaixo alguns pontos positivos adicionais que a planta possui e confira alguns detalhes que trouxemos para você! 


Insônia: o kawa kawa ainda pode conter benefícios contra a insônia, já que a ansiedade é a maior inimiga do descanso. Sendo assim, um sono de qualidade para o consumidor é garantido. Graças ao estímulo dos neurotransmissores GABA, qualquer tipo de preocupação enviada pelo SNC é bloqueada!


Protege contra danos no cérebro: as kavalactonas podem reduzir consideravelmente as chances de o cérebro obter algum dano significativo, causado pelo estresse oxidativo. Esse tipo de dano é advindo de doenças como Alzheimer e Parkinson, por exemplo. Sendo assim, o kawa kawa ativa a ação antioxidante NFR2 e amplia o número de enzimas responsáveis por essa tarefa de proteção.


 Menopausa: O chá de kawa kawa é pouco conhecido por esse benefício, mas ele tem a capacidade de aumentar significativamente os hormônios relacionados ao prazer e bem-estar, de modo que impede os sintomas de menopausa, que geralmente são bastante emocionais, como irritabilidade, insônia e depressão.


Câncer: a planta também pode acarretar vantagens contra o câncer, reduzindo o tamanho de suas células no câncer de mama, por exemplo, prevenindo até mesmo sua metástase. Também reduz o crescimento de tumores nos cânceres de próstata, câncer de cólon e retarda o avanço do câncer de bexiga.

 

Quais as formas de uso e como tomar?

Sobre onde comprar o kawa kawa, as suas formas de uso podem ser encontradas em vários lugares. Entretanto, recomendamos sempre as fontes naturais, como lojas especializadas nesse tipo de produto.


Produtos industrializados são cobertos por conservantes que, visam adiar a validade da mercadoria, tendo maior tempo de estante. Ou seja, ele não vence tão rápido e aumenta as chances de ser vendida para consumo. Com isso, muitos comprados apresentam um feedback negativo por terem obtido reações alérgicas inesperadas ou mal contato com esses compostos no corpo, gerando diversos efeitos colaterais.


Sendo assim, sempre prefira as lojas de produtos naturais, pois além de não obter esses compostos adicionais, apresentam maior teor natural da forma extraída do kawa kawa, aumentando sua quantidade de benefícios e eficiência. Por isso, você já sabe qual escolha fazer sobre o local.


O preço do kawa kawa é bastante variado, já que as formas de consumo também variam. Mas nós asseguramos de que possuímos um dos melhores preços do mercado, com descontos incríveis para você! As formas de uso mais comum são os suplementos, por meio de cápsulas, e as receitas de chá. Quer saber mais sobre como tomar cada uma delas? Veja abaixo!


Suplemento (cápsulas): A praticidade é o que conta quando se trata de cápsulas para uso medicinal. Graças ao avanço na biotecnologia desde os anos 90, é possível inserir nutrientes propriedades concentradas de fontes naturais, em pequenas unidades com grande taxa de absorção corporal.


No caso do kawa kawa, existem cápsulas que possuem suas características, benefícios e nutrientes com alta concentração nessas unidades. Além disso, a absorção de vantagens nutritivas ao consumidor pode ser até 5x maior que a ingestão natural. Ou seja, o ser humano não tem nada a perder com a suplementação da planta.


Para começar a usar o suplemento de kawa kawa, é melhor consultar um profissional da saúde anteriormente, como nutricionista, fitoterapeuta ou seu próprio médico. Porém, a receitas variam entre a dose genérica de 60mg a 120mg por dia. Nesse caso, a variação da presença de kavalactonas também varia de 50 a 70% no produto.


Chá de Kawa Kawa: os chás são considerados a maneira mais antiga de obter os benefícios de uma planta, graças ao método simples e fácil de prepara-lo, garantindo 100% dos benefícios naturais da planta. Muitas pessoas que costumam seguir dietas, geralmente, optam por beber o chá e garantir uma melhor nutrição.


Para preparar o chá, a primeira coisa a se fazer é reservar uma boa quantidade de líquido que se espera consumir em algum recipiente. Feito isso, chegou a hora de ferver, até que comece formar bolhas e entrar em estado de ebulição. Quando isso acontecer, desligue o fogo, insira 1 colher de sopa de rizomas do kawa kawa para cada 500ml, deixando em repouso por cerca de 10 a 15 minutos. Depois é só coar. Para beber, é bom consumir por volta de 2 ou 3 vezes no dia, dependendo do seu nível de ansiedade.


Porém, ressaltando novamente, o ideal é que sempre procure por um profissional da saúde especializado em nutrição fitoterápica previamente ao uso do kawa kawa. Doses e periodicidade do tratamento podem ser melhores de elaborar, de acordo com a necessidade do seu corpo, no qual ele é capaz de identificar.


Tem efeitos colaterais e contraindicação?

Por fim, precisamos tomar alguns cuidados essenciais com o uso de kawa kawa, especialmente quando se trata de cápsulas e chá. Muitas pessoas se emocionam com as informações, querendo os resultados o mais rápido possível (o que também pode ser efeito da ansiedade, já que os afetados não suportam esperar). Com isso, o consumo em excesso é uma consequência, o que gera maior quantidade de efeitos colaterais.


O surgimento de lesões graves no fígado, são os principais sintomas para pessoas que consomem kawa kawa exageradamente. Ademais, todos os diagnósticos feitos com lesões no fígado, as vítimas também usufruíam de outros hábitos, que poderia levar a esses danos. Por isso, mesmo não conhecendo exatamente o poder do efeito colateral do produto, não é recomendado passar o limite de 120mg.


No entanto, ainda é preciso falar sobre as possíveis contraindicações do kawa kawa e seus produtos, como a cápsula e chá. Para começar, os derivados da planta são totalmente proibidos para grávidas e lactantes, já que não há nada que comprove a segurança da saúde desses indivíduos, caso usem. Além do mais, pessoas com doenças hepáticas ou que fazem tratamentos com antidepressivos fortes devem evitar os produtos.

Blog Naturemed