Nenhum produto encontrado nessa categoria.

Espinheira Santa

 

A Espinheira Santa é classificada como um medicamento natural, para pessoas que possuem problemas relacionados ao sistema digestório, no qual afeta funcionalidades importantes  como; a formação do bolo fecal, do trânsito intestinal, do funcionamento da fragmentação de moléculas de glicose (advindas dos alimentos ingeridos) e muito mais!

 

Se você se identifica com algum dos detalhes citados acima, temos uma boa notícia! Preparamos um artigo, cujo o foco é a planta! Falaremos sobre o que ela é, para que ela serve, seus benefícios, como tomar e se ela realmente emagrece! Caso se interessou e quer saber mais, continue lendo e fique ciente de todas as vantagens que ela pode nos oferecer!

 

O que é Espinheira Santa?

A espinheira Santa é uma planta, utilizada desde a civilização antiga de índios e sociedades medievais para fins de digestão! Uma característica importante, é o fato de que ela pode ajudar o consumidor a emagrecer, o que justifica suas maiores demandas na atualidade! Por isso, é muito recomendada por profissionais da saúde!

 

A planta é originária da região sul brasileira, pertencente à família Celastraceae. Seu nome científico é Maytenus ilicifolia, sendo conhecida por pesquisadores pelo seu grande comportamento no controle do pH, o que beneficia, por exemplo, o controle do suco gástrico do estômago, que é bastante ácido.

 

Qual os nutrientes da Espinheira Santa?

A Espinheira Santa pode ser classificada, como pertencente ao Reino Plantae, devido às suas qualidades como vegetal, estrutura, características, etc. Entre os fatores dessa classificação, está a presença de nutrientes essenciais, para o seu funcionamento e a colaboração para o consumidor.

 

Ou seja, são os nutrientes presentes em sua composição, que são grandes protagonistas (ou coadjuvantes) dos benefícios, que a planta tende a oferecer! Se você quer saber um pouco mais sobre esses agentes, preparamos uma lista abaixo, listando-os e detalhando suas funções no corpo! Confira;

 

Espigalotequina: Esse é o componente responsável pela proteção das paredes estomacais, contra a ação do ácido clorídrico (produzido naturalmente na região do estômago) para alterar o pH dos alimentos e fragmenta-lós com maior facilidade.

 

Ácido Tônico e Silícico: A ação da Espinheira Santa no corpo, conta com as atividades desses ácidos, que são colaboradores para a cicatrização de feridas internas no intestino, supostamente causadas pelo excesso de ácido gástrico ou paredes estomacais fracas.

 

Fridenelol: Parte da composição das plantas, que atua na ação antisséptica e na proteção da região gástrica do organismo. Suas funções são importantes para tratamentos de doenças, como a Úlcera, justificando suas recomendações por médicos.

 

Para que serve a Espinheira Santa?

Agora que sabemos um pouco sobre a origem e nutrientes da planta, chegou o momento de abordar sobre suas principais funções no corpo humano, explicando o porquê de tanta fama e recomendação pelos médicos. De início, sabemos que ela ajuda no controle estomacal, relacionado ao processo de digestão.

 

Quando o alimento é ingerido e cai no estômago, suas moléculas de polissacarídeos são rapidamente desfeitas em vários pedaços pequenos, aumentando a superfície de contato destas, com intuito de facilitar a absorção de nutrientes. Entretanto, o líquido ácido responsável por esse feito (o ácido gástrico), pode se acumular e afetar as paredes do estômago, se não forem controladas.

 

Por isso, surge lesões, como o caso de úlceras! Mas, é nesse ponto que a Espinheira Santa entra em ação! Ela controla e fortalece essas paredes estomacais, fazendo com que seu estômago não sofra os danos causados pelo problema, sendo essa sua principal função!

 

Espinheira Santa emagrece?

Uma dúvida surge, quanto ao uso de Espinheira Santa: será que ela emagrece? Pois bem! Tudo indica que sim! Explicamos: A digestão favorece a formação do bolo fecal e também a fragmentação de alimentos, para que diminua seu tamanho e otimize sua absorção no sistema digestório! Com isso, uma vantagem é que ela impede o armazenamento indevido de alimentos nas vias intestinais, evitando o “intestino preso”, inchaços etc.

 

Como é uma colaboradora para o trânsito intestinal, ela também favorece o consumidor contra essas situações. Ou seja, não há como a planta engordar, sendo que seu objetivo é “limpar” o organismo, o máximo possível! Se você tira a sujeira constantemente, por que ter medo dela acumular? Considere essa metáfora em relação as gorduras do corpo!

 

Outros benefícios da Espinheira Santa:

Como vimos anteriormente, a Espinheira Santa possui importantes benefícios para o corpo do consumidor, seja para desenvolver sua saúde ou facilitar o processo de emagrecimento. Entretanto, ainda há uma extensão de vantagens que a planta pode oferecer.

 

Com isso, vamos listar os outros pontos positivos que seu uso pode promover no nosso organismo! Isso incluirá os respectivos detalhes, de como eles beneficiam o usuário. Sendo assim, veja a seguir, outros 9 benefícios da planta que não foram citados;

 

Contra úlcera: A ação contra lesões no estômago é algo que citamos acima. Porém, não entramos em detalhes sobre como isso acontece, especificamente durante essa enfermidade. Portanto, precisamos salientar a presença de um agente importante: Taninos.

 

Taninos são pigmentos, presentes na planta Espinheira Santa, responsáveis pela cicatrização das vias internas do estômago, caso aconteça alguma lesão (que é o principal sintoma da úlcera). Assim, esses componentes curam tais ferimentos!

 

Contra Gastrite: Novamente, falaremos sobre os Taninos! Eles são capazes de diminuir a secreção (que ocorre em excesso, nesse caso) de ácido clorídrico (fórmula química HCl) liberado pelas células do estômago. Esse ácido serve para a digestão dos alimentos ingeridos.

 

Com isso, problemas intestinais como, gastrite, por exemplo, podem ser tratados e curados com uso do chá, que falaremos sobre seu consumo posteriormente. Dessa forma, é comum observar médicos especializados em gastrologia, recomendarem o uso da planta, como método natural.

 

Diminui os gases: O chá de Espinheira Santa, também é útil para a amenização de gases no estômago. A ação dos nutrientes citados acima, causa a atividade antisséptica no organismo do consumidor, o que paralisa as reações de fermentação nesse local.

 

Gases são liberação de metano e podem ocorrer de maneira excessiva se ingerir alimentos que não combinam entre si (como aqueles que comem banana com Ketchup) ou ter uma suposta resistência à digestão desse alimento consumido.

 

Atividade diurética: Como se não fosse o bastante, ainda obtemos a ação diurética, promovida pelo consumo dessa planta rica em benefícios! A composição inclui uma pequena porcentagem de triterpenos, mas que são o suficiente para desenvolver uma limpeza de toxinas nas vias intestinais.

 

Além disso, a Espinheira Santa serve para aumentar as funções antioxidantes do organismo, o que favorece o combate contra os radicais livres, que são agentes causadores de doenças e colaboradores para viroses, ou para enfraquecer o sistema imunológico do corpo.

 

Trânsito Intestinal melhorado: Se, por acaso, você sofre com problemas relacionados ao intestino preso, com digestão bastante lenta, não se preocupe! Tudo o que você precisa é alguma forma de uso dessa planta, que falaremos (mais à frente) quais são elas!

 

O trânsito intestinal é um dos aspectos mais importantes para o sistema digestório, se ele não for bem desenvolvido e facilitado para os alimentos ingeridos, pode ser que ocorra diversos problemas relacionados à essa estrutura. Por isso, a planta serve como uma alternativa excelente para essa ocasião!

 

Alivia dores no estômago: Uma consequência do excesso de ácido gástrico nas paredes estomacais, entre graus leves e graves, pode ser a ocorrência de dores locais. Isso acontece quando uma camada entre a parede estomacal e o ácido se rompe, por motivos de ingestões frequentes de produtos industrializados com alto índice de ácido carbônico, como os refrigerantes.

 

Dessa maneira, o chá de Espinheira Santa age no controle da liberação do ácido e na sustentabilidade dessas paredes, impedindo que a camada superficial se rompa, prevenindo das dores e outras adversidades. Entretanto, é válido lembrar o paciente deve regular sua alimentação diária.

 

Previne câncer de pele: O câncer é causado por uma mutação genética, que ocorre de forma repentina, ou seja, não dá para prever a ocorrência da doença, ela simplesmente acontece! Porém, essas mutações formam tumores, que possuem graus de gravidade, podendo ser removido a tempo de uma cura.

 

Entretanto, os triterpenos, que são presentes na composição da planta, ajudam na prevenção da realização dessas mutações malígnas. Mas, caso já tenha ocorrido um tumor, será bom conversar com um profissional da saúde sobre o consumo de seu chá ou outra forma de uso. Tudo dependerá de sua gravidade.

 

Ações cicatrizantes: A Espinheira Santa, possui uma composição favorável para a cicatrização de feridas internas, inclusive intestinais. Isso inclui o poder de cura nos casos de enfermidades, como úlcera e gastrite. Uma bela forma de contribuir com o seu Sistema Digestório é a praticidade de seu chá, como veremos abaixo!

 

Outro detalhe importante, é que os benefícios acima são tanto principais quanto complementares. São vantagens confirmadas por pesquisadores e cientistas, comprovadas por variados estudos. Por isso, não hesite em desfrutar dessa planta!

 

Propriedade laxante: Se você quer acelerar o seu metabolismo, esse produto será de extrema utilidade para seu corpo! Existem diversas maneiras de controlar o seu metabolismo, uma delas é a capacidade de incentivar o seu intestino de formar o bolo fecal, de maneira mais rápida e mais segura!

 

Medicamentos industrializados podem ser prejudicais para essa função. Dependendo da sua composição, causam efeitos colaterais graves, se o organismo do consumidor não suportar. Por isso, recomenda-se o uso do chá de espinheira santa, já que é algo advindo de uma fonte totalmente natural!

 

Bompara disposição: Os benefícios que a Espinheira Santa oferece para o sistema digestório, é capaz de alterar a disposição do consumidor para melhor! O funcionamento é muito simples e agrada a todos! Como ela diminui a glicose em diversos pedaços menores, ela facilita a conversão desses fragmentos em energia, por ter uma superfície de contato maior! Sendo assim, aumenta sua disposição!

 

Quais as formas de uso e como tomar?

Uma boa consideração a ser feita, é a qualidade de aquisição da Espinheira Santa e suas formas de uso. Primeiramente, é preciso que compre apenas em lojas de produtos naturais. As mercadorias vendidas nesses locais ou em sites confiáveis, são sinônimos de segurança, por não obter completamentos utilizados em indústrias, que causam reações alérgicas!

 

Outro detalhe é importante, além de onde comprar, é o preço da Espinheira Santa! Sobre esse assunto, não precisa se preocupar, pois temos o melhor preço do mercado! Diferentemente de outros locais, oferecemos valores e quantia, considerando o momento de que crise, em que vivemos, pensando na sua saúde! Veja as melhoras formas de uso;

 

Chá de Espinheira Santa: O chá pode ser recomendado em até 3 xícaras por dia. Tudo o que você precisa fazer é ferver um pouco de água, por cerca de 15 minutos. Depois, tire do fogo e deixe as folhas em repouso dentro do líquido. Posteriormente, só utilizar um coador e tomar. Não ultrapasse essa dosagem, senão haverá efeitos colaterais!

 

Cápsulas de Espinheira Santa: As cápsulas são o método mais prático e acessível no momento! Sua rapidez de consumo e efetivação de absorção no sistema digestório é incomparável! Com unidades concentradas, as cápsulas servem para serem utilizadas em tratamentos para doenças, como a úlcera! Você deve tomar duas cápsulas, três vezes ao dia!

 

Extrato de Espinheira Santa: O extrato é uma das formas mais concentradas atualmente. Sua capacidade de extrair, grandes teores de nutrientes da composição da planta é imensa! Geralmente, recomenda-se o uso de 20 gotas em cerca de 1/3 do corpo, por duas vezes ao dia!

 

Tem efeitos colaterais e contraindicação?

Mesmo que a Espinheira Santa, seja repleta de benefícios, é preciso que tenhamos alguns cuidados sobre sua quantidade em excesso e até mesmo o seu uso em determinadas situações! Por exemplo, o consumo em excesso da planta poderá provocar náuseas, vômitos, boca seca e gosto estranho, sonolência, tremor e dor na articulação.

 

Ademais, as contraindicações podem ser para gestantes ou mulheres que realizam tratamento para problemas com fertilidade. O chá possui ações consideradas abortivas para esse processo, o que pode atrapalhar o seu objetivo de ter um filho. Por fim, mesmo que nascidos, em fase de amamentação também é preciso evitar o uso, visto que diminui a produção de leite.

Blog Naturemed