Coenzima Q10

 

A Coenzima Q10 é uma substância produzida e encontrada no corpo naturalmente. Conhecida por seus efeitos antioxidantes, ela é essencial para o bom funcionamento de suas células e um de seus principais trabalhos é auxiliar na produção de energia. Se por acaso houver deficiência desta vitamina, a possibilidade de ocorrer efeitos colaterais é alta. Mas, além de tudo, os suplementos da coenzima Q10 podem oferecer diversos benefícios significativos à saúde.

 

Caso você nunca tenha ouvido falar dos diversos benefícios da coenzima Q10 até agora, saiba que este é um antioxidante extremamente potente que pode levar quase qualquer regime de suplemento à um sucesso muito rápido. E, assim como acontece com diversas outras vitaminas e suplementos alimentares, um dos grandes motivos para o uso de Coenzima Q10 é a condição em que a deficiência está associada às doenças, que, no caso, sua suplementação melhora e previne-as.

 

O Coenzima Q10 é também bastante conhecido por sua capacidade de contribuir nas melhorias da saúde do coração, mas uma infinidade de pesquisas também apóia sua capacidade de proteger praticamente todos os aspectos da saúde, isso inclui a função cerebral, bem como a longevidade e o bem estar de forma geral. Neste texto, falaremos a respeito dos benefícios e como tomarsuplementos de coenzima Q10.

 

O que é Coenzima Q10?

A coenzima Q10, também conhecida como Ubiquinol, é um nutriente geralmente encontrado em todas as células do corpo humano e ainda pode ser identificada no organismo em duas formas diferentes: a ubiquinona e ubiquinol. Para entender esses dois nutrientes de forma muito simples, a ubiquinona é necessária na produção de energia sob a forma de ATP e o ubiquinol tem uma ação antioxidante.

 

O ubiquinol e a ubiquinona são duas formas de Coenzima Q10. No entanto, a ubiquinona é a forma oxidada, que é convertida na forma reduzida chamada ubiquinol. A ubiquinona é solúvel em gordura e não muito absorvível por si só. Por outro lado, o ubiquinol é solúvel em água e, portanto, é muito mais facilmente absorvido pela corrente sanguínea.

 

O ubiquinol, ou seja, a Coenzima Q10 é bem mais absorvível que a ubiquinona e demonstrou ser ainda mais eficaz no gerenciamento de problemas de saúde, como insuficiência cardíaca e fibromialgia. E, além de sua absorção superior, alguns produtos de ubiquinol são combinados de maneira que aumentem ainda mais a eficiência da produção de energia.

 

Os benefícios da Coenzima Q10, como dito acima, possui associações com energia, onde as células são protegidas proporcionando benefícios ao coração, e desempenhando alguns papéis extremamente importantes no corpo. Como antioxidante, a Coenzima Q10 também protege as células do corpo, neutralizando os radicais livres, reduzindo o estresse oxidativo no organismo. Esse estresse pode causar diversos danos como o Alzheimer e a doença de Parkinson.

 

Como atua a Coenzima Q10?

Existem diversas propriedades benéficas presentes na Coenzima Q10, e a ação deste importante nutriente para o organismo ocorre naturalmente auxiliando na produção de energia das células. Ele trabalha junto com a vitamina B, com o ácido alfa lipóico e a carnitina. Muitas pessoas utilizam a coenzima Q10 porque não conseguem o número suficiente em suas dietas. O Q10 ainda pode ser obtido pela ingestão de vários tipos de peixes.

 

É interessante que o consumo da cápsula seja acompanhado por alguma refeição com uma certa porcentagem de gordura. Por ela ser lipossolúvel, quando ingerida, é absorvida com mais facilidade pelo organismo. Os principais nutrientes presentes na Coenzima Q10 são a vitamina A, C, E, B1, B2, B3 e B6, além de óleo de soja e gordura vegetal. Grandes aliadas no momento de ter uma vida equilibrada e saudável, o suplemento não contém glúten. Confira a seguir, os detalhes de cada componente!

Vitamina A: Responsável por diversas propriedades no produto, a vitamina A é um forte coadjuvante da saúde ocular do consumidor. Além disso, também possui teor significativo de B-caroteno, importante composto que aparentemente, dá a cor alaranjada para o ambiente em que se encontra. A laranja, por exemplo.

 

Dentro da Coenzima Q10, a vitamina A pode beneficiar a visão do usuário indiretamente, já que essa não é a principal função do produto, sendo apenas uma consequência positiva e agregadora do seu consumo. Com isso, o número de raios ópticos absorvidos pelo globo ocular é mais eficiente, melhorando a visão.

 

Vitamina C: A grande colaboradora da função antioxidante do produto referido é simplesmente a vitamina C! De grande influência na ação do composto, a Vitamina C é responsável pelo combate aos radicais livres, causadores de doenças e alterações negativas no corpo humano. Assim, uma proteção maior ocorre no organismo.

 

Ademais, a presença de ação cicatrizante na Coenzima Q10 é graças à essa vitamina, que possui dá a capacidade grande regeneração de células, por meio de sucessivas mitoses no tecido epitelial, garantindo maior cura nos ferimentos do corpo do consumidor. Contudo, os benefícios da Coenzima Q10 não param por aqui!

 

Vitamina E: Outro antioxidante presente na Coenzima Q10 é a Vitamina E! Graças a sua capacidade de proteção contra radicais livres, a vitamina E é um importante membro da Composição do suplemento de Coenzima Q10. Seu principal benefício que agrega ao produto é sua qualidade lipossolúvel.

 

Além disso, ela também pode prevenir doenças sérias, que afetam o organismo, gerando até risco de morte, como Alzheimer, Câncer, entre outras. Dessa forma, percebemos tamanha importância da inclusão da Vitamina E na composição da Coenzima Q10, pois gera maior proteção e solubilidade de gorduras.

 

Vitamina B1: A tiamina, também conhecida por esse nome, influencia fortemente no sistema nervoso, melhorando a transmissão de impulsos nervosos para os músculos principalmente, garantindo uma boa reação e agilidade do consumidor. Além disso, ela também pode beneficiar a circulação sanguínea.

 

A presença de oxigênio em todo o corpo, benefício da Coenzima Q10, é graças à vitamina B1, que atua de diferentes modos no sangue, inclusive melhorando a velocidade de circulação e transmissão de nutrientes e moléculas (como o oxigênio) para os diversos destinos ao longo do corpo.

 

Vitamina B2: Também denominada de Riboflavina, a Vitamina B2 responsável pela formação de células avermelhadas no sangue, ou seja, ela é capaz de ajudar na geração de hemácias para o corpo. Isso inclui o aumento no fornecimento de oxigênio para o organismo inteiro, já que as hemácias são responsáveis por transporta-lo, por obter um componente chamado e hemoglobina.

 

Vitamina B3: Niacina é o nome dado à vitamina B3, presente na composição do suplemento de Coenzima Q10! Sua principal função é beneficiar o metabolismo, de maneira que ele produza mais energia para o corpo do usuário. Dessa forma, é compreensível que tenha grande disposição, caso consuma Coenzima Q10.

 

Para que serve a Coenzima Q10?

A Coenzima Q10 é um importante vitamina que pode ajudar a retardar os diversos efeitos ocasionados por radicais livres e ainda melhorar, significativamente, o equilíbrio dos batimentos cardíacos. Como visto, a coenzima Q10 é também muito utilizada para o fornecimento de energia e para a recuperação muscular. Este último, é um dos principais benefícios para praticantes de esportes.

 

Afirma-se ainda que a Coenzima Q10 pode ser consumida para tratamento de câncer, distrofia muscular e insuficiência cardíaca, obtendo assim bons resultados para esses diagnósticos. Abaixo você poderá ver também, de forma ainda mais detalhada, todos os benefícios que o Coenzima Q10 pode oferecer para o seu tratamento.

 

Coenzima Q10 emagrece?

O Coenzima Q10 ainda pode beneficiar em fatores como o peso corporal, garantindo um emagrecimento de maneira segura, natural e saudável. Isso ocorre devido ao assunto referido ser sobre uma enzima, uma espécie de proteína que atua na aceleração de reações químicas no nosso corpo.

 

Como é uma catalisadora de reações, a Coenzima Q10 é amplamente protagonista na liberação de calor em suas tarefas, o que promove por exemplo, a queima d gorduras localizadas, como aquelas armazenadas na região abaixo do umbigo. Com isso, podemos afirmar que a Coenzima Q10 emagrece sim!

 

Outros benefícios da Coenzima Q10:

Há muitas pessoas que, diariamente, sofrem com a falta da Coenzima Q10 no organismo, e que podem levar a uma variedade de problemas de saúde. Sabe-se que com o consumo regular de Coenzima Q10, você pode ter uma melhor vasodilatação, garantindo assim um melhor transporte de oxigênio e substâncias por todo o corpo.

 

Além de todos esses benefícios listados, existem ainda alguns estudos recentes sobre outros benefícios medicinais da coenzima Q10, demonstrando que diversas pessoas com doenças graves como o câncer, diabetes, distrofia muscular e a doença de Parkinson podem encontrar baixos níveis desta coenzima que os indivíduos normais em seu organismo. Para entender melhor no que o Q10 pode ajudar, veja a seguir alguns benefícios específicos de forma detalhada:

 

Melhorando a saúde do coração: O Coenzima Q10 pode contribuir de forma significativa a tratar algumas condições cardíacas específicas, como insuficiência cardíaca congestiva e até mesmo pressão alta, principalmente entre idosos. A pesquisa sobre a eficácia do Q10 para problemas cardíacos forneceu resultados variados, e todos positivos. Além disso, um estudo relatou que a enzima Q10 era um fator importante na sobrevivência de idosos com insuficiência cardíaca crônica.

 

Diminuindo a incidência de enxaquecas: De acordo com pesquisas realizadas em universidades renomadas do exterior, o Coenzima Q10 pode, de forma muito ativa, ser eficaz na prevenção de dores identificadas como enxaquecas, embora a pesquisa para apoiar isso ainda seja limitada. É possível que a vitamina Q10 tenha esse efeito, pois ajuda a manter todas as mitocôndrias nas células saudáveis.

 

Estimula a recuperação de cirurgias: A Coenzima Q10 melhora a resposta ao trauma cirúrgico. Um estudo mostrou que a suplementação de coenzima Q10 pode aumentar significativamente a capacidade antioxidante e reduzir os níveis de marcadores inflamatórios em pacientes que se recuperam de uma cirurgia.

 

Melhorar o desempenho esportivo: Como vimos ao longo de todo o texto, a Coenzima Q10 pode contribuir de forma ativa para aumentar consideravelmente a quantidade de energia disponível para os músculos. Pesquisas demonstram que a administração oral de coenzima Q10 é capaz de reduzir as sensações de fadiga e aumentar o desempenho físico durante exercícios.

 

Reduzir os sintomas da fibromialgia: Um estudo mostrou a relação entre suplementação com Coenzima Q10 e redução dos sintomas de fibromialgia, como dor, ansiedade e depressão e houve resultados significativos. Também foi registrada uma boa diminuição em relação à fadiga crônica e ao cansaço matinal.

 

Proteção contra o envelhecimento da pele: Com a exposição constante da pele a diversos agentes nocivos, e a exposição excessiva ao sol, existe uma facilidade para o envelhecimento precoce da pele. Raios ultravioletas são um fator externo, mas ainda existem alguns agentes internos, e alguns dos fatores prejudiciais internos incluem danos celulares e desequilíbrios hormonais. A Coenzima Q10 atua como fator antioxidante nos diversos fatores, sejam internos ou externos, melhorando toda a camada da pele.

 

Como tomar Coenzima Q10?

Normalmente, a coenzima Q10 é encontrada em cápsulas ou em alimentos. Dessa forma, a dosagem do suplemento deve ser feita e acompanhada por um médico ou nutricionista. Por suas propriedades amplamente naturais, o uso da coenzima q10 em cápsulas é recomendável e acessível para diversas pessoas. Uma dieta saudável e a prática de exercícios físicos diariamente é necessária para que os efeitos e benefícios dessa vitamina possam ser percebidos ainda mais facilmente.

 

Com os seus diversos benefícios à saúde, existem muitas formas de como usar a coenzima q10. O mais recomendado por profissionais da saúde é que seu uso seja feito de duas cápsulas por dia, sendo antes, uma refeição como o almoço. Pela coenzima q10 ser lipossolúvel, ela é absorvida de forma mais fácil. Diante disso, separamos aqui os principais métodos de uso da Coenzima Q10, confira:

 

Coenzima Q10 em cápsulas: A praticidade, hoje, é levada bastante em consideração na vida das pessoas, especialmente em medicações e suplementação. Não seria diferente perante ao consumo de Coenzima Q10, já que sua forma em cápsula pode ser a mais prática dentre todas as existentes. Com isso, é o método preferido da população.

 

Por isso, geralmente, o recomendado é consumir uma cápsula para cada uma das refeições do dia, com intuito de melhorar a absorção de nutrientes ingeridos naquele momento. Ou seja, no almoço e jantar, a Coenzima Q10 vai ajudar. Porém, para maiores informações sobre necessidades específicas do seu corpo, consulte um nutricionista.

 

Coenzima Q10 em pó: O suplemento de Coenzima Q10 também pode ser obtido na forma de pó, para ser diluído em água, facilitando a ingestão do produto! Atletas preferem esse método por ser associado com outros tipos de suplementação, com whey e BCAA, porém, é necessário realizar uma consulta de informações com profissionais de educação física, para saber se é preciso consumir, ou não.

 

Ao que tudo indica, as dosagens diárias para cada 300ml de água, seria uma colher de chá com o pó de Coenzima Q10. Entretanto, pode ser que outros fatores (Peso corporal e histórico de doenças) influenciem na quantidade diária da suplementação, ou até mesmo no horário (muitas pessoas consomem Coenzima Q10 antes de dormir). Por isso, a consulta é tão importante!

 

Coenzima Q10 in natura: também pode ser encontrada Coenzima Q10 em alimentos, sendo ingerida de forma totalmente natural. A necessidade da enzima é notável, mas ela pode ser suprida em níveis suficientes apenas por alimentação, se a dieta conter os alimentos corretos com a quantidade adequada.

 

Os alimentos que podem obter a substância são:

-Abacate

-Amendoim

-Brócolis

-Centeio

-Cogumelos frescos

-Damasco

-Espinafre

-Feijão azuki

-Gergelim

-Laranja

-Maçã

-Morango

-Nozes

-Pistache

-Sardinha

-Trigo

 

É preciso muita atenção sobre como e onde comprar coenzima Q10, isso porque é muito fácil encontrar o suplemento na Internet em lojas online, porém nem todas as marcas trabalham com produtos de qualidade. Isto porque muitos suplementos utilizam subprodutos artificiais da enzima. Opte por lojas de produtos naturais em que você possa ter uma melhor direção acerca da Coenzima Q10.

 

Além disso, procure um suplemento que não contenha componentes nos quais você pode ser alérgico, é exatamente por isso que sempre indicamos que você consulte um médico antes de iniciar o seu tratamento com coenzima Q10. Portanto, sempre que puder procure por ingredientes naturais e fique longe de produtos com ingredientes artificiais que prejudiquem sua saúde.

 

Quais os sintomas da deficiência de Coenzima Q10?

Ainda que a Coenzima Q10 seja produzida pelo nosso organismo, é muito comum que após os 30, 40 anos apresentemos algumas deficiências de vitamina Q10. Além disso, outros fatores como a genética e doenças cardiovasculares podem ser manifestadas, principalmente em pessoas que tomam remédio para colesterol, nesses casos podem existir de forma considerável a deficiência de Q10.

 

É importante mencionar também que a coenzima Q10 da qual falamos no início deste texto, e que é obtida por meio dos alimentos nem sempre é suficiente para suprir todas as necessidades do organismo, isso porque somente apenas 10% dela pode ser absorvida, então, neste sentido é interessante investir na suplementação da Coenzima Q10.

 

Dentre todos os sintomas relacionados à deficiência dacoenzima Q10, pode-se citar:

 

Escoliose: Configura como um encurvamento anormal da coluna vertebral, prejudicando a postura e firmeza do corpo, alterando a estabilidade do tecido ósseo do corpo, que ao longo dos anos, pode resultar em perda de movimentos ou inflamações das vértebras da coluna, gerando até mesmo casos de Hérnias.

 

Fraqueza Muscular: Como vimos cima, a coenzima Q10 está diretamente associada com a produção de ATP no corpo, gerando maiores quantidades de energia, que causam o aumento da disposição em atividades cotidianas e exercícios físico. Entretanto, com a ausência dessa proteína, o número de moléculas energéticas é consideravelmente diminuído.

 

Consequentemente, a fraqueza muscular é o principal sintoma dessa deficiência nutricional, o que acarreta a indisponibilidade e desânimo para o afetado, prejudicando a estabilidade de sua saúde e gerando maior sensibilidade, além da grande vulnerabilidade para ferimentos e quebra dos ossos.

 

Convulsões: As convulsões são caracterizadas como distúrbio hormonal e quebra do equilíbrio de funcionamento do Sistema Nervoso Central, o que gera grandes ataques e até a perda de consciência durantes os ataques. Os riscos que as convulsões trazem são imensos e a falta de coenzima Q10 pode colaborar para o ocorrido. Portanto, tome cuidado!

 

Quais os efeitos colaterais e contra-indicação?

É preciso que o perfil de cada um seja avaliado de forma específica. O consumo de Coenzima Q10 pode reduzir significativamente os níveis de açúcar na corrente sanguínea e ainda causar desconfortos abdominais e dores no estômago. Pessoas diabéticos que já fazem o uso de medicamentos para controle dos níveis de açúcar devem buscar uma avaliação médica antes de iniciar o consumo do suplemento.

 

Tomar mais que 100 mg de Coenzima q10 por dia pode ocasionar efeitos como a insônia leve. Dosagens excessivas, como de 200 e 300 mg por dia de Coenzima Q10 por um longo período, podem ocasionar em níveis elevados de enzimas no fígado e uma maior toxicidade hepática. Além disso, se você possui problemas cardíacos é fundamental que sejam feitos uma avaliação médica antes de iniciar o consumo de Q10.

Blog Naturemed