• Gel Nocauteador da Dokmos você encontra para comprar na Naturemed. O Gel é indicado para massagens antes e depois da prática esportiva, também auxilia no aquecimento muscular, ajudando a aliviar sensações de cansaço muscular.
    Dokmos
    Product ID: 194
    Product SKU: 194
    New In stock />
    Gel Nocauteador - 200g - Dokmos
    • -22% OFF
    Gel Nocauteador - 200g - Dokmos

    Gel Nocauteador - 200g - Dokmos

    De:R$45,90
    Por: R$ 35,90
  • Gel de Arnica Extra Forte da Floressence você encontra para comprar na Naturemed. O Gel ajuda no tratamento de dores corporais e musculares, pois estimula a circulação e a regeneração de tecido.
    Floressence
    Product ID: 192
    Product SKU: 192
    Gel de Arnica Extra Forte - 500g - Floressence
    • -18% OFF
    Gel de Arnica Extra Forte - 500g - Floressence

    Gel de Arnica Extra Forte - 500g - Floressence

    Esgotado!
  • Pomada Milagrosa você encontra para comprar na Naturemed. Pomada Milagrosa com melhor preço, possui extratos naturais de Arnica, Castanha da Índia, Cantella Asiática e LegActif que proporcionam, através da massagem, o relaxamento muscular.
    Fashion
    Product ID: 129
    Product SKU: 129
    Pomada Milagrosa - 150g - Fashion
    • -26% OFF
    Pomada Milagrosa - 150g - Fashion

    Pomada Milagrosa - 150g - Fashion

    Esgotado!
  • Gel Massageador Arnica Sport você encontra para comprar na Naturemed. O Gel Massageador oferece absorção rápida e ação refrescante, proporcionando através da massagem, sensação de bem estar e conforto.
    Fashion
    Product ID: 142
    Product SKU: 142
    Arnica Sport - 200ml - Fashion
    • -45% OFF
    Arnica Sport - 200ml - Fashion

    Arnica Sport - 200ml - Fashion

    Esgotado!
  • Gel Massageador 32 Ervas da San Jully você encontra para comprar na Naturemed. O Gel contém 32 extratos vegetais que atua como hidratante, suavidade e refrescância para a pele, além de proporcionar alivio ao cansaço físico.
    San Jully
    Product ID: 424
    Product SKU: 424
    Gel Massageador 32 Ervas - 220g - San Jully
    • -22% OFF
    Gel Massageador 32 Ervas - 220g - San Jully

    Gel Massageador 32 Ervas - 220g - San Jully

    Esgotado!

Arnica

 

A Arnica é uma planta que pode ser utilizada como ferramenta medicinal para diversas finalidades, sendo a capacidade curar ferimentos em crianças e suas propriedades anti-inflamatórias, adstringentes e anestésicas, as mais destacadas. Características antissépticas também chamam a atenção de seus consumidores!


Os tratamentos fitoterápicos estão dominando o mercado e as receitas dos médicos. Como método natural para muitas profilaxias, as chances de ocorrerem reações alérgicas e má compatibilidade de medicamentos com o corpo são amenizadas gradativamente. Graças a biotecnologia avançada, é possível produzir cápsulas com derivados de arnica montana!

Contudo, de maneira específica, uma espécie do reino Plantae é bastante utilizada, principalmente por idosos, contra possíveis problemas musculares e contusões em geral. Esta é a Arnica, uma angiosperma que produz uma flor encantadora, mas que também é super benéfica e cheia de propriedades interessantes para serem aproveitadas.

 

O que é Arnica?

Arnica, na verdade, é um gênero com mais de 20 espécies reconhecidas pelas ciências biológicas. Seu nome significa “pele de cordeiro”, pelo fato de suas folhas serem semelhantes ao tecido epitelial do animal, quando falamos de tato. É comum encontra-la em regiões de florestas temperadas, como na América Anglo-saxônica.

 

Pode ser denominada de Panaceia-das-quedas, Craveiros-dos-alpes, Betônica ou pelo nome da espécie principal, Arnica montana LAs partes que apresentam maior beneficência para o corpo humano são as flores, as folhas e o seu caule, também chamado de rizoma, que não deve ser ingerido, apenas em raros casos com acompanhamento médico. Essa espécie da planta arnica pode ser encontrada na Europa, sendo classificada como “arnica” verdadeira, que é aplicada na pele!

 

É fonte de alimentação para algumas larvas e possui propriedades que podem ser consideradas medicinais para os humanos, como a presença de flavonoides, que favorece o reparo de ferimentos graves, contando com desinflamação e cicatrização. Por ser altamente toxica ao paladar, não é usada, in natura, por via oral.

 

Uma característica importante para ser ressaltada da Arnica é a participação de Helenalina em sua composição, o que faz com que atue como anti-inflamatório e auxilie em contusões. Pode ser comprada em farmácias, lojas e floriculturas.

 

Seu cultivo é muito difícil no Brasil, por questões de relevo e impedimentos climáticos para o desenvolvimento da planta. Por isso, a Arnica pode ser encontrada especialmente nos Alpes suíços, com grande predominância na agricultura local. Por fim, o interessante é que, visualmente, são parecidas com as margaridas!

 

Como atua a Arnica?

A Arnica é conhecida principalmente por sua ação anti-inflamatória, que se destaca em casos de ferimentos graves e até mesmo queimaduras graves! Ela atua na capacidade de promover maior regeneração de tecidos pelo seu teor de Vitamina C em sua composição. Além do mais, ela acelera funções curativas que o organismo possui naturalmente!

 

Ainda assim, a Arnica e seu chá por exemplo, são capazes de aliviar sensações de dores, enquanto a pomada de arnica pode ter efeitos extraordinários de um dia para o outro! Portanto, pode-se perceber tamanha importância do produto e seus benefícios imensos para a saúde do consumidor e sua qualidade de vida!

 

Quando aplicada, a Arnica apresenta grande eficiência na diminuição do surgimento de hematomas, após uma lesão no corpo do usuário. Isso faz com que ocorra uma cura acelerada e permanente, de modo que o consumidor não sinta dores musculares em determinada região, futuramente. Essa, é uma qualidade que a torna participativa no tratamento contra artrite, por exemplo.

 

Quais os nutrientes da Arnica?

A nutrição que a arnica montana pode causar no ser humano é bastante extensa. Isso porque ela apresenta compostos muito importantes, que justificam a ação cicatrizante e curativa que causa no corpo, em seus tecidos. Com isso, esse tópico foi escrito com intuito de abordar sobre esse aspecto da planta!

 

Como sabemos, a arnica pode ser encontrada em várias formas de uso. Por exemplo, temos arnica em gotas, pomada de arnica, gel de arnica e muito mais! O significado disso? É que, independentemente da forma, a absorção de nutriente é a mesma, devido à sua qualidade! Dessa maneira, listamos seus nutrientes e suas responsabilidades! Veja;

 

Helenalina: É o principal componente cuja função é estar de acordo com a aceleração da cura de ferimentos do consumidor. Ela possui uma forte ação anti-inflamatório no organismo, promovendo a produção de trombina no corpo, agente responsável por “tampar” os ferimentos, evitando hemorragias nessas regiões.

 

Flavonoides: São grandes agentes colaboradores para o desenvolvimento de todas as funções do organismo, praticamente. Eles melhoram a absorção de nutrientes no corpo humano, depois da alimentação em refeições. Além disso, também é útil no processo de cicatrização de queimaduras e fortalecimento dos tecidos!

 

Antioxidantes: São os colaboradores para o combate de doenças que são resultadas por ações de radicais livres na circulação sanguínea. Eles são capazes de entrar em nosso corpo até mesmo pela respiração. Entretanto, os antioxidantes agem na estimulação na síntese de anticorpos que realizam eliminações de compostos invasores.

 

Assim, o uso de remédio de arnica ajuda na proteção do corpo de seu usuário, incentivando o sistema imunológico e efetivando o mesmo, com intuito de gerar maior qualidade de vida em seus usuários!

 

Para que serve a Arnica?

Conhecida por seu poder de cura em lesões, a Arnica é recomendada por médicos, especialmente cirurgiões, quando realizam estes procedimentos e receitam tratamentos pós-cirúrgicos, com destaque para cirurgias plásticas. Estudos já demonstraram que o uso de 
Arnica Homeopática aumenta, de forma considerável, as cicatrizações.

 

Além do mais, sintomas comuns causados pelo envelhecimento podem ser amenizados e quase eliminados do corpo. Desgaste de articulações óssea geram dores incômodas, inchaços e artrite, contudo, Remédio de Arnica age diretamente nesse contexto, em razão de sua propriedade tônica, o que favorece a população idosa.

 

Para se ter uma ideia, na Idade Antiga, utilizavam folhas de arnica para ferimentos dos guerreiros de Roma. Os médicos da época cobriam as regiões afetadas com a folha e uma espécie de babosa, amarravam-nas no corpo da vítima e deixava em repouso por alguns dias, até que estivesse completamente curado.

 

Uma das principais utilidades da arnica e seu remédio é para o tratamento e cura de ferimentos em crianças, sejam lesões graves ou contusões leves. Crianças sempre são suscetíveis a lesões de vários graus. Isso porque seus ossos ainda estão em fase de formação, necessitando de muito cálcio para suprir essas necessidades, na medida em que a fase de crescimento acontece.

 

Com isso, a rotina agitada de muitas brincadeiras, esportes, ida à escola e outros fatos que são comuns na infância, ajudam no surgimento de lesões. Por isso, além de todo o cuidado preciso para que a criança não se machuque, caso isso aconteça, a Arnica pode ajudar no processo de aceleração da cicatrização, devido ao seu teor de Vitamina C.

 

Dessa forma, ela age ativando várias moléculas de conócitos, que são pigmentos responsáveis pela regeneração de tecidos epiteliais, que no caso, atende à pele e tecido muscular afetado, de certo modo. Com isso, os efeitos reparadores costumam ser bastante aparentes no início de uso, obtendo grandes resultados dentro de 48h em crianças.

 

Outra utilidade é quando o médico cirurgião prepara para realizar sua cirurgia e o paciente, que irá sofrer um tipo de abertura, consome arnica, ou o profissional passa na região em que o processo irá acontecer, com intuito de reparar e evitar danos colaterais da cirurgia. Além do mais, isso também facilitará a cicatrização posterior, após a sutura.

 

Dessa forma, vê-se que as propriedades anti-inflamatórias do composto arnica montana são de extrema funcionalidade para os seres humanos, sendo utilizadas em várias formas no cotidiano, seja para tratamento caseiro, ou para tratamento receita por um médico, dermatologista ou pediatria, com finalidade de melhorar a qualidade de vida e recuperação do seu paciente!

 

Outros benefícios da Arnica?

Ainda sobre os benefícios que a Arnica montana traz, as suas propriedades curativas permitem que sua saúde seja estabilizada em caso de picadas e ferroadas de insetos, manchas pela pele e furunculose. Também é eficiente contra escoriações, flebite superficial e torções. Alguns edemas envolvidos com dores reumáticas podem ser resolvidos.

 

O bom é que além de humanos, a Arnica do mato pode ser utilizada para feridas na medicina veterinária também, isso porque dentro do Reino Animalia, o filo dos mamíferos possuem semelhanças quanto a formação de tecidos, confirmados por estudos de embriologia, o que permite a Arnica ser eficiente para o epitélio dos animais. Veja alguns benefícios não citados da Arnica;

 

Melhora o sistema imunológico: você já se perguntou: para que serve chá de arnica? Pois é exatamente para isso! Graças ao benefício de poder realizar atividades antioxidantes no seu organismo, ela automaticamente melhora o seu sistema imunológico, fazendo com que tenha maiores quantidades de anticorpos distribuídos uniformemente pelos sistemas.

 

Isso faz com que o número de casos de doença no consumidor diminua consideravelmente e também aumente as células de memória no organismo, que são anticorpos especificados para determinada enfermidade que o usuário já obteve, com finalidade de eliminar o vírus de sua respectiva doença, quando ele aparecer novamente.

 

Contra picadas de insetos: picadas de insetos, especialmente aqueles que geram muta coceira ou bastante hematomas, podem ser prevenidas (com esses efeitos) graças à pomada de arnica. Boa para essas ocasiões, a pomada nutre a pele e ainda promove uma melhor cicatrização da picada.

 

Boa para o fígado: Problemas no fígado podem ser aliviados pelo uso de remédio de arnica. Entretanto, ainda não é integralmente provado que o medicamente faz 100% de efeito nessa ocasião. Porém, há grande quantidade de pessoas que se beneficiaram pelo uso do produto da planta, o que gera maiores motivos para estudos mais aprofundados sobre esse benefício!

 

Regeneração de tecidos epiteliais: A capacidade de ativar a trombina e efetivar sua função no sangue é uma das características da Arnica montana. Dessa maneira, quando há um sangramento, a pomada é capaz de cobrir a região da hemorragia, sem que ocorra riscos de trombose! Isso faz com que o medicamento seja aliado dos médicos, principalmente em processos cirúrgicos no hospital. Com isso, a qualidade de vida do paciente e sua segurança são garantidas!

 

Quais as formas disponíveis e como tomar?

Primeiramente, é preciso lembrar que a Arnica é uma plantacom toxicidade hepática, ou seja, não é ideal usa-la para fazer chás ou comer sua versão in natura, seja lá o que for. Seu consumo oral, dessa forma, poderá trazer alta toxicidade para o corpo, causando até mesmo o óbito por intoxicação alimentar.

 

Sendo assim, o uso da Arnica é externo, como por exemplo, em compressas e macerados. Os únicos meios para se consumir oralmente é a tintura de arnica (na fitoterapia) e a Arnica montana dinamizada(na homeopatia). Veja a seguir, as formas de uso detalhadas da Arnica para o nosso dia a dia!

 

Cápsula de Arnica: A praticidade no uso de cápsulas é algo que sempre se destaca no meio de sociedade, devido à rotina ocupada que muitos obtêm, no atual cenário mundial, principalmente. Com isso, as cápsulas são cada vez mais buscadas pelos consumidores que desejam otimizar o tempo de consumação do produto.

 

Assim, as cápsulas e comprimidos de Arnica devem ser tomados de 2 em 2 horas apenas em casos agudos de inflamações e ferimentos. Para ferimentos leves ou apenas para fins de cicatrização, o intervalo deve ser maior. Para melhores informações, consulte um médico!
 

Arnica em compressa: Quando as crianças se lesionam, é muito comum que ocorra a utilização de compressas feitas por arnica. É o uso líquido do produto que atua na forma de aplica-lo diretamente no ferimento, com intuito de acelerar os processos de cura. Dessa forma, é o método mais caseiro a ser usado.

 

Para preparar é muito simples! Adicione, 1 colher de chá das flores em 250ml de água fervida. Repousando por 10 minutos, coe, mergulhe a compressa e aplique sobre os ferimentos. Você notará significativa redução de dores e incômodos após o uso. Dessa forma, pode aplicar por vários dias, até sarar completamente.
 


Pomada de Arnica: Conhecida pelo seu efeito quase que milagroso, a pomada de arnica é extremamente útil para ferimentos graves ou lesões que geram grandes hematomas ao sue redor. Por isso, vários dermatologistas e pediatras recomendam essa pomada para seus pacientes, com intuito de aproveitar os benefícios de velocidade de cicatrização que ela pode oferecer.

 

Para prepará-la, você vai precisar de 5g de cera de abelha, 45ml de óleo de oliva e cerca de 4 colheres de flores. Misture tudo em uma panela e ferva por uns 10 minutos. Posteriormente, deixe esfriar por algumas horas. Retire da panela e coe, para armazenar o líquido extraído em algum recipiente tampado. Este deve ser isolado em um local seco e sem luminosidade.

 

Gel e Creme de Arnica: O gel ou creme possuem evidente efeito em suas aplicações, pelo fato de apresentar grande quantidade de nutrientes cicatrizantes e curativos em sua composição, o que torna ainda mais benéfico para tratamentos de artrite, por exemplo, que precisa dessas características para amenizar as dores musculares nas articulações!

 

Este é um tipo de consumo que deve ser aplicado diretamente na pele, sem feridas consideravelmente abertas. O uso prolongado sem o controle adequado de gel ou creme de arnica podem causar eczema. Contudo, caso busque uma receita médica, certamente não precisará se preocupar com isso. Aproveite!

 

Tintura de Arnica: É apenas utilizar flores secas e frescas, cerca de 10g, e adicionar em 100ml de álcool (É aconselhável um álcool a 70%, somente para evitar ardências) por 5 dias, em um recipiente com tampa, separado na ausência de luminosidade por cerca de 3 semanas. Após isso, dilua em 4 partes d’água e estará pronto pra usar em regiões doloridas.

 

Sobre o processo de aplicação, é interessante ficar atento quanto ao material utilizado para passar a tintura de arnica em regiões afetadas. Por isso, recomendamos o uso do algodão. Ele pode ser utilizado com 1 gota de tintura e 4 gotas de água. Dessa maneira, é só massagear que estará pronto.

 

Óleo de Arnica: esse óleo essencial de arnica é importante por ter uma poderosa ação como anti-inflamatório no corpo humano. De caráter único, o óleo apresenta ação analgésica nas feridas, aliviando significativamente as dores locais. Ademais, também possui atividade tônica, que é recomendado para varizes e dores nas panturrilhas.

 

Para aplicar é muito simples e fácil. Primeiramente, é preciso ter cuidado com as quantidades inseridas durante o uso do produto. As gotas de óleo de arnica podem ser usadas em diversas plataformas, sendo em banhos, massagens, compressas, aromatizadores e outras formas de inserção. Por isso, a dosagem varia de acordo com o modo de uso.

 

In natura: A forma em natura não é adequada para consuma via oral, sendo apenas utilizada para meio externo, como aplicações na pele. Por isso, as mesmas regularidades de dosagens do gel, pomada e creme se aplicam nesse método.

 

Tem efeitos colaterais?

Para finalizar, o uso de Arnica é benéfico para a saúde do tecido epitelial principalmente, porém podem haver certos efeitos que incomodem o usuário. Quando usada em sua forma tópica, pode causar problemas como reações alérgicas, inchaço ou dermatite.

 

Sobre os métodos de ingestão, a Arnica não é recomendável em forma de chá, pois além de ser tóxica por este meio, causa alucinações, problemas digestivos, doenças cardíacas, arritmia, hipertensão, vômitos, vertigens e até mesmo a morte. Caso interesse, consulte um nutricionista antes de iniciar o consumo, apenas para certificar de que tudo ocorra bem e corretamente.

 

É contraindicado para menores de 3 anos e como visto, nunca deve ser ingerida, a não ser por solução homeopática ou tinturas, além de seu uso externo para cicatrização de regiões com ferimentos. Com poder abortivo, não deve ser usada por mulheres grávidas, muito menos em fase amamentação, pois pode alterar quimicamente a composição do leite.

Blog Naturemed